O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 26.01.08 às 21:51link do post | adicionar aos favoritos

25 De Janeiro de 2008

 

     Cheguei hoje da folga. foi só um dia, mas o melhor foram as DUAS noites que consegui para estar com o meu menino.

     Não posso dizer que deu para matar todas as saudades, mas ajudou muito, e deu-me de novo força para aguentar mais duas semanas sem o ver, sem o sentir.

     Ele foi-me esperar à estação que fica mais perto da casa dele, e quando entrei no carro tinha uma rosa vermelha para mim. Nunca ninguem antes me havia oferecido uma flor.

     Rumamos a casa, e só lhe consegui dar-lhe um beijo como deve ser depois de entrarmos no quarto. foi longo e intenso.Como só duas almas que se amam e se querem sabam dar.

     Infelizmente nao podemos avançar logo para o que nos fazia muita falta tambem, e tivemos que adiar a quequa porque ainda precisava de comer alguma coisa, e de por a roupa que levava a lavar e a secar. 

      Tentei fazer isso o mais rapido que pode, e sempre que podia voltava aos braços e ao lábios daquele homem que eu tanto amo.

      Mas finalmente consegui despachar todas as tarefas domesticas, e os nossos corpos finalmente se envolveram naquilo que há muito ansianvam. FAZER AMOR!

      Embora conheça bastante bem o lindo, e fantastico CORPÃO do meu H., desta vez foi quase uma redescoberta. Queria senti, ver, e memorizar de novo aquele corpo que eu amo.

     Sentiam nos nossos beijos uma intencidade e um tesão quase fora de controlo. Beijava-o com uma survidez que nunca antes eu tivera, nem viviera.

     Mameio-o e suguei-lhe aquele pau enorme todo!

     Mas a tesão era muita, e tinha que o senti dentro de mim. infelizmente não aguentei muito tempo. Mas sentir aquele tronco dentro de mim, aquele corpo masculo em cima de mim, o arfar dele perto da minha orelha, nao deu para segurar mais a vaca que há dentro de mim.

Mudamos de posição e com ele a penetrar-me de lado, vim-me logo enchendo a barriga de leite, ao qual ele rapidamente juntou o dele, acabando de se vir à mão.

      Essa noite adormecemos, comigo abraçado nele. Acordei a meio da noite, nessa posição e fiquei ainda um bom bocado, apenas a curtir o cheiro, o respirar do meu homem.

      Quando acordamos, fizemos o que sempre fazemos, e saimos para dar o café e para dar uma volta pela cidade. Acabos por ir ver a T. e fomos almoçar, voltando pouco depois para casa, e inveitavelmente para os braços e carinhos um do outro.

      Daí para fazer-mos amor foi um saltinho. Esta sessão da tarde acabou com o meu amor a encher-me a boca de leite e eu uns segundos depois a vir-me para cima da barriga peluda dele. o pior foi que os esguichos que sairam foi de tal manera que lhe acertaram no olho e no cabelo.

     Depois de uns momentos de carinhos, voltei à terra e tive que ir de novo as tarefas domesticas. Passar a ferro e fazer a mala para vir para Gaia.

     Fomos Jantar ao nosso chines, e fui dar um abraço rapido ao meu mano, e logo voltamos para casa.

     Nesta noite não fizemos amor. Mas gostei muito do que se passou. Os mimos e a conversa que tivemos foram muito boms e importantes para mim.

     Acordamos um pouco a dar para o tarde, foi tomar banho e correr para a estação para não perder o comboio. Enquanto comprava o meu bilhete, ele foi pedir cafes. Quando cheguei ao pé dele, vi-o fazer uma coisa que me tocou muito. Nunca ninguem me fez algo tão romantico.

     Entrei no café e o meu H. esta a mexer-me o café. Colocou o açucar e estava a mexer-me o meu café. Sei que é simples, mas adorei o gesto!

      Entrei no comboio quase a chorar.

      Trabalhei cheio de vontade de voltar ao meu menino.

      R.

 

Palavras-chave:

Ray a 22 de Junho de 2009 às 19:24
Caro zezus.

Se te sentes reles, lamento por ti. Eu não me sinto assim nem tão pouco sou assim!

E antes de fazeres comentários, aprende que determinado estilo de escrita deve ser evitado. Reles é usar os "K" e os "ñ" com alguem que não se conhece.

Por fim, se não gostas, navega até outro blogue. Há imensos para quem não gosta da vida como ela é!!

R.

Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18

21
23
24
25

27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory