O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 24.11.08 às 17:01link do post | adicionar aos favoritos

24 de Novembro de 2008

 

O meu nino deu-me um dos melhores sábados que me consigo lembrar!

Na sexta-feira não vei ter comigo. Saiu com os amigos dele e eu acabei por ir sair também sozinho. Fui tomar café ao bar. Mesmo que trabalhe lá sempre gostei do espaço como cliente. Não foi tão bom como estar com o H. mas acabei por espaireçer na mesma.

No sábado mesmo no final da tarde, quando ele estava a fechar o tasco, começamos a tentar chegar a um acordo sobre onde ir jantar. Como não dizia onde gostava de ir, ele só me mandou por todo bonito que ele decidia.

Assim fiz! Tomei banhoca, desfiz a barba, e vesti-me todo à betinho. Demorei-me tanto desta vez, que o H. chegou ainda eu me estava a acabar de vestir.

Ele nem subiu. Assim que entrei no carro ele arrancou logo. Ainda tive que apertar com ele um pouco para saber onde íamos.

Ele lembrou-se de um restaurante italiano numa cidade aqui vizinha. Adoro aquele restaurante. Já lá comi duas ou três vezes, mas já não ía lá faz anos. Adorei o gesto. Ele lembrou-se que eu tinha dito que o espaço e a comida era boa, e que um dia tinhamos que lá ir.

Jantamos mesmo muito bem. A comida continua optima. E para não variar o H. fartou-se de ver gente que ele conhecia. Afinal aquela cidade está a meia dúzia de km da terra dele.

Depois da janta, ele levou-me a um bar para tomar café. Isto ainda foi mais especial para mim. Fomos a um bar onde ele custuma ir mais o grupo dele. Gostei mesmo, mesmo muito deste gesto. Senti que de alguma forma ele está a dar-me a conhecer partes da vida dele que eu não conhecia, embora não estivesse lá nenhum dos amigos dele, o H. levou-me a um sítio de que gosta e eu não conhecia.

Depois desta paragem rumamos á minha cidade. Durante a tarde o meu mano mandou uma sms a perguntar se queriamos ir tomar um copo à noite. Mandei-lhe uma sms e ele respondeu que estavam em casa, para lá passar-mos e depois saímos. Assim fizemos.

Quando lá chegamos, eles tinham companhia. Dois casais amigos deles, que embora eu conhecesse o H. nem por isso. Vi que o meu nino não estava muito à vontade. E eu também não. O meu mano não disse da presença dos outros propositadamente para nós lá passarmos. Mas não gostei muito. Não por mim, afinal conheço-os e eles sabem que sou gay e estou á vontade, mas o H. não fica.  E não gosto de o pôr nestas situações. Embora todos metessem conversa com ele, vi que não estava muito bem.

Conversa para cá e para lá, e decimos sair todos. A primeira ideia era para ir a um bar que nem eu nem o meu homem gostamos. De facto detestamos. Eles iam para lá e nós para o bar gay. De repente alguem se lembrou de ir-mos antes para uma disco aqui na cidade. E assim foi. E ainda bem.

A disco não é nada de extraordinário, mas diverti-me muito. Chegamos ainda não estava muita gente e fomos para a area de fumadores e por aí ficamos o resto da noite.

A disco é de musica predominantemente latina. Até gosto.  E é frequentada essencialmente por gente da minha geração e até um pouco mais velhos. E andava lá cada homem.... minha nossa....e alguns até retribuiam os olhares.

Passado um pouco de lá estarmos chegou a D. amiga que há muito não via. Soube-me tão bem apresentar o H. como meu namorado.

Com esta noite o H. ficou a conhecer basicamente o grupo de amigos com quem custumo andar, e que sabe que sou gay. Gostei tanto de os ver a falar e a tentar conhecer melhor o meu namorado. E o H. a começar a abrir-se também! Ele fica sempre muito timido e calado ao pé de gente que não conhece, mas no sábado vi que ele estava a ganhar confiança com alguns. Quase todos são tão extrovertidos como eu, e estavam sempre a meter-se com o H.

A tesão estava a crescer e viemos para casa.

Falamos um pouco já sentados na cama, mas os corpos estavam a pedir e rápidamente nos estregamos um ao outro. Vim-me na boca dele enquanto lhe fazia um cunete. Estava mesmo cheio de tusa.

Amo-o muito, e este sábado marcou-me muito.

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 21.11.08 às 17:48link do post | adicionar aos favoritos

 21 de Novembro de 2008

 

Ainda mal posso acreditar.

Os putos organizaram uma operação fada do lar aqui no apartamento.

Não sei onde foram engatar as miudas, mas o elas tiveram a limpar a casa de cima a baixo. Acho muito bem. Da última vez fui eu, e a casa já estava mesmo imunda, mas não queria ser eu de novo a limpar. Não pode ser sempre o mesmo.

Isto foi o que pensei. Mas não podia estar mais engando.

As tipas tiveram a limpar apenas os quartos deles. Das zonas comuns apenas a cozinha limpara, mas como são eles que a sujam, não fizeram mais que deviam.

Os wcs continuam na mesma. Estava a espera que eles limpassem, mas não aguento mais aquilo assim. Amanha estou de fachina!

R.

 

Palavras-chave: ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 21.11.08 às 17:04link do post | adicionar aos favoritos

21 de Novembro de 2008

 

Ontem teve cá o meu nino.

Depois de todos os stresses, cenas tristes e discuções foi muito bom voltar a estar com ele.

Como já tinhamos tudo resolvido, nem sequer houve mais conversa sobre os assuntos tristes.

Ele chegou, namoramos, rimo-nos e claro que tivemos que ver os blogs e tratar dos vicios! Primeiro o travian e logo depois a dependencia do corpo um do outro!

Quando ele chegou, tinha eu acabado de sair do banho, e ainda estava só de boxers e t-shirt, rapidamente as suas mãos e boca rapidamente encontraram o meu pau, que já espreitava na abertura dos boxers.

Aquela primeira vez que o meu pau entra na boca dele sabe tão bem, mas tão bem....

Assim que o meu pau ficou bem teso, foi a minha vez. Baixei-lhe um pouco as calças e saquei-lhe o pauzão já teso para fora também através abertura dos shorts. Delirei. Quando lhe pedi que voltasse ao meu pau, ele mamou-me de uma maneira, que em pouco tempo me fez vir. Foi uma de uma intencidade que juro que até vi estrelas.

Com todo este exercício deu-nos a fome. Decidimos ir jantar ao chinês.

Adoramos comida chinêsa, mas desta vez pedimos duas coisas que não gostamos mesmo. Uma entrada “pau chinês com carne” que é mesmo muito mau, e o prato que o H. pediu “galinha recheada com camarão” que nem tem adjectivo que o descreva.

Mas o importante era estarmos juntos, e a “galinha na chapa quente ” que eu pedi salvou o jantar.

Amanha estaremo juntinhos de novo.

R.

 

Palavras-chave: , , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 19.11.08 às 16:40link do post | adicionar aos favoritos

        Resposta para todas as dúvidas e perguntas que o meu H. anda a ter.

        Poderia escrever um autentico tratado, em vez disso escolho colocar aqui uma canção que diz o que sinto de forma cabal.

        Aqui cantada por Jennifer Hudson, uma cantora que adoro.

        H. ouve e lê com atenção!

R.

 

 

Jennifer Hudson - And I Am Telling You (Clive Grammy Party)

 

(Lyrics by TOM EYEN/Music by HENRY KRIEGER)
From the Musical "Dreamgirls"

And I am telling you
I'm not going.
You're the best man I'll ever know.
There's no way I can ever go,
No, no, no, no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
I'm not livin' without you.
I don't want to be free.
I'm stayin',
I'm stayin',
And you, and you, you're gonna love me.
Ooh, you're gonna love me.

And I am telling you
I'm not going,
Even though the rough times are showing.
There's just no way,
There's no way.
We're part of the same place.
We're part of the same time.
We both share the same blood.
We both have the same mind.
And time and time we have so much to share,
No, no, no,
No, no, no,
I'm not wakin' up tomorrow mornin'
And findin' that there's nobody there.
Darling, there's no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
I'm not livin' without you.
You see, there's just no way,
There's no way.

Tear down the mountains,
Yell, scream and shout.
You can say what you want,
I'm not walkin' out.
Stop all the rivers,
Push, strike, and kill.
I'm not gonna leave you,
There's no way I will.

And I am telling you
I'm not going.
You're the best man I'll ever know.
There's no way I can ever, ever go,
No, no, no, no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
Oh, I'm not livin' without you,
I'm not livin' without you.
I don't wanna be free.
I'm stayin',
I'm stayin',
And you, and you,
You're gonna love me.
Oh, hey, you're gonna love me,
Yes, ah, ooh, ooh, love me,
Ooh, ooh, ooh, love me,
Love me,
Love me,
Love me,
Love me.
You're gonna love me.


O que me dizes?
Por: Ray, em 18.11.08 às 13:53link do post | adicionar aos favoritos

18 de Novembro de 2008

 

O blog chegou as 10 000 visitas.

A todos o meu obrigado, sinceramente não esperava que acontecesse tão rápido.

      R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.11.08 às 18:09link do post | adicionar aos favoritos

17 de Novembro de 2008

 

Já esta on-line a minha segunda sondagem.

A pergunta é simples, mas bastante intima : “Para que lado ajeitas a pila?”

Quando vestimos os boxers (slips ou outros), temos que ajeitar o material para algum lado, certo? Vou tentar perceber para que lado a maioria prefere.

Eu ajeito sempre para a esquerda. Mesmo quando não uso roupa interior. Nem me sinto confortável de outra forma. Mas tenho reparado, nos enchumaços que eu e o meu nino temos visto, que também há bastantes gajos que a pôe para a direita.

Admito que a pertunta é uma curiosidade que tenho há bastante tempo.

Embora seja uma sondagem mais pensada para serem os homens a votar, as meninas que me visitam também podem votar. Talvez dando a resposta com o que os namorados\maridos\companheiros custumam fazer quando ajeitam a pila.

O desafio está lançado. Espero que votem para que esta sondagem tenha maiores resultados que a primeira.

A sondagem está do lado direito do blog, logo depois das fotos do blog e acima do relógio.

 Daqui a 25 dias postarei os resultados.

Votem!

R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.11.08 às 17:41link do post | adicionar aos favoritos

17 de Novembro de 2008

 

Aqui ficam os resultados da minha 1ª sondagem neste blog.

Os resultados foram obtidos em 2578 visitas, durante 25 dias.

Sinceramente não são muito os que votaram, mas vou levar em conta a opinião.

Aqui fica o gráfico:

 

Resultado 1ª sondagem.

R.

 

Palavras-chave: ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 16.11.08 às 18:22link do post | adicionar aos favoritos

15 de Novembro de 2008

 

Hoje sinto-me cansado e pensativo.

Embora ontem até que para sexta-feira nem houve muito trabalho, a noite ainda rendeu bem.

Como prometido o meu nino foi lá ontem, (e hoje também deve vir com umas amigas). Estava tudo a correr muito bem, conseguimos estar a falar, ele conheceu mais alguns amigos do bar (que não sabem que eu sou gay). Ainda falou com a S patroa, e a S. amiga lá do bar, afinal somos todos da mesma aliança no travian, e eles só se conhecem através de msg no jogo. Achei muito giro.

Mas sabia que a situação era boa demais para durar. De repente oiço o tlm a dar um toque de sms. Fui ver. Era uma sms do L. Não tinha nada demais, apenas a perguntar-me se tudo estava bem. Mas foi o suficiente para o H. se alterar e se sentir mal. Antes de conseguir falar com ele e tentar-lhe fazer ver que não tenho culpa nenhuma que o outro ainda me mande sms, o bar encheu um pouco mais. E inclusivé chegou o meu mano e a minha cunhada, que se como é obvio ficaram a conversar com o H. e eu já não estive maneira de falar com ele sobre nada.

Entre trabalho e dois dedos de conversa aqui e ali, o tempo passou. O H. foi para casa e eu fiquei ali a pensar e com o forte sentimento que já havia merda entre nós.

Com o avançar do tempo, entravam e saíam clientes, até que entraram dois gajos. Um é daqueles já faz parte da mobilia da casa, e desta vez vinha com um gajo que eu nunca lá tinha visto. O gajo nem era bonito, mas estava muito bem vestido. Estilo betinho, com uma barriguita, como tinha 3 botões da camisa abertos vi que era mesmo muito peludo. O pior é que começei a perceber que o gajo fartava-se de olhar para mim. Sempre que eu olhava, ele estava a olhar para mim. Uma das vezes, enfrentei o olhar, e ele não desviou. Ficou ali a olhar-me nos olhos, até que fui eu a desviar o olhar. Já me estava a passar. Pareceu que me estava a galar alí, ao pé do amigo, e eu a trabalhar. Estava mesmo com medo que alguem mais notasse.

Ainda lhe consegui ver o enxumaço, como ele estava com calças claras, via-se bem, mas não parecia nada bem dotado. Um pau canito e extranhamente ajeitado para a direita.

Quando me apercebi que o gajo não parava de olhar, fazia tudo para evitar estar por perto dele. Mas eles meteram-se ao balcão e não consegui fugir muito mais.

Com o andar das horas e das imperiais que bebiam, eles ficavam cada vez mais bêbados. A determinada altura, enquanto eu fumava na ponta do balcão, ele vira-se para mim e para o outro amigo dele e diz: “Tenho que me ir embora. Não posso me embebedar. Tenho que ir cobrir. Ou me vou embora, ou tenho que tratar disso aqui.” E ficou a olhar para mim. O amigo ria-se, e eu só lhe respondi que a unica coisa em que o poderia ajudar era dar-lhe uma camisinha. E rimo-nos todos. Mas não achei muita graça.

Passado pouco tempo, duas imperiais depois, volta a ter esta conversa, desta vez só para mim. Nem lhe respondi. Acho que se não fosse a situação que se tinha passado antes com o meu nino, se não tivesse preocupado e triste, até tinha achado piada a este flirt e até ter feito mais flirt, so para ver se o gajo se espalhava ao comprido ao pé do amigo.

Felizmente eram horas de bazar e eles sairam antes de mim, e não tive que falar mais com ele.

Quando cheguei a casa e liguei o pc. foi ao blog do meu lindo, e vi que as coisas não estavam nada bem. Já nem sei mais o que fazer.

Não respondo as sms do outro já mesmo para não o encorajar, já lhe disse que tenho namorado, não sei mais o que fazer. Mas sei que H. pensa que não faço nada para isto para de aconteçer.

Enfim..... Há mesmo noites de merda.

R.

 

Palavras-chave: , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 14.11.08 às 18:16link do post | adicionar aos favoritos

          Esta semana estive a fazer umas alterações no blog.

        Nem todas ficaram como queria, mas enfim.....

        Uma coisa que foi importante para mim, foi colocar os links dos blogs que tem link para o meu. espero não me ter esquecido de nenhum. Mas se me esqueci, por favor digam. ou se alguem ver um link para este blog, que não conste na minha lista notifiquem-me.

        Acho que é o mínino que posso fazer a quem me refer nos blogs. Nunca na vida imaginei ter um blog tão concorrido e já citado noutros blogs. Faz-me bem ao ego.

        R.

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 14.11.08 às 17:08link do post | adicionar aos favoritos

14 de Novembro de 2008

 

Mais um fim-de-semana à porta.

Ontem fui bulir. Normalmente as quinta-feiras são dias de rebuliço. É dia do estudante, em especial da escola da enfermagem. Mas afinal não se passou nada.

Soube pelos putos, que havia jantarada e noitada numa cidade vizinha, para celebrar o final das praxes. Até que enfim. Já ando farto de barulho e putos bêbados pelas ruas.

Como a noite teve mesmo muito calma. Estava eu e o J. e depois apareçeu a S. para tratarem de coisas lá do bar. Passado um bocado, já estavamos os três a jogar na maquina Trivial pursuit. Ainda gastamos umas moeditas todos.

Depois lembramo-nos que tinhamos lá Uno. Então é que foi.

Tivemos hora e meia a jogar. Adoro Uno.

Não houve muito que fazer, mas pelo menos divertimo-nos.

Hoje e amanha há festa grande. Espero que o pessoal adira. Festa da sangria, e temos água-pé e castanhas para quem quizer.

Fica aqui o convite para todos....

O meu nino deve vir cá para beber um copo amanha .... espero.

R.

 

Palavras-chave: , ,

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
15

20
22

23
25
26
27
28
29

30


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds