O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 17.06.09 às 20:05link do post | adicionar aos favoritos

17 De Junho de 2009

 

Gostaria de saber a vossa opinião sobre as paradas gay.

Logo abaixo das fotos e acima do relógio, do lado direito do blogue está uma sondagem. Deixem o vosso voto, ou comentem!

R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.06.09 às 19:38link do post | adicionar aos favoritos

16 De Junho de 2009

 

Ao chegar ao café do costume, e enquanto pegava no correio da manha para me entreter enquanto tomava o pequeno-almoço, dou de caras com um flyer a anunciar a parada gay deste ano. Será dia 20 de Junho no Príncipe Real em Lisboa.

Não sou a favor deste tipo de eventos.

Embora ache que se tem que continuar a lutar por direitos iguais, e pela maior aceitação da sociedade, acho que não passa de todo por acontecimentos destes.

Os excessos que alguns participantes cometem chocam demasiado as pessoas e criam uma imagem deturpada do que é ser gay. Não me identifico com nada disso. Luto pela indiferença, não concordo que haja paradas para lembrar que ser gay, é ser diferente, porque não o é! Sou tão ser humano como qualquer outro!

Outra coisa que me faz pensar é o nome. “Orgulho lgbt” (lgbt = lésbicas, gays, bissexuais e transexuais). Pergunto: - Orgulho de quê?

Orgulho de ser gay? Orgulho de me ter assumido? Orgulho de me ver privado de alguns direitos constitucionais? Orgulho de vez em quando ser gozado, parodiado, e ser alvo de críticas? É que nenhuma destas questões é motivo de orgulho.

Nasci gay. Não escolhi! Apenas aceitei esse facto. Não me posso sentir orgulhoso de um facto do qual não tive qualquer tipo de opção. Quando oiço a expressão “orgulho gay” penso imediatamente em algo do género: “Tenho orgulho em ser 5% mais gay que a média!”...“Estou orgulhoso. Depois de tanto me esforçar durante 3 anos de estudo e trabalho afincado, finalmente sou gay!”... Não dá. Não entendo. Não me sinto orgulho. Apenas em paz com o que sou e com quem sou.

Em relação a me ter assumido, eventualmente sinto algum orgulho na coragem que tive. Mas apenas isso. Não é razão para paradas coloridas, festivas e barulhentas. Simplesmente aceitei quem sou. Da mesma forma que aceitei que sou daltónico, ou que prefiro Coca-Cola à Pepsi!

Faz tanto sentido fazer uma parada por orgulho gay, como fazer uma parada por orgulho em ter as costas peludas! Coisa que ninguém escolhe. Apenas se é, ou não! Genética!

Alguém me disse uma vez que estas paradas também servem para alertar para as injustiças e a falta de liberdade que outros países (além do nosso) praticam contra gays. Sim senhor! Muito bem. Mas alguém me consegue demonstrar na prática e na realidade que influência concreta tem estas paradas nesse países em que ainda é ilegal ser gay?

Não sou contra quem nelas participa. Mas não me revejo, nem me sinto mais livre e os meus direitos defendidos por acontecimentos destes! Pelo contrário.

R.

 

Palavras-chave: ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.06.09 às 19:37link do post | adicionar aos favoritos

16 De Junho de 2009

 

O meu ouvido esquerdo anda mal.

Já há quase duas semanas que anda tapado. Ou tenho o canal auditivo muito estreito ou produzo demasiado cerume, o que é certo é que volta e meia e tenho ouvido entupido. A maior parte das vezes, não é nada de mais e passa rapidamente, mas também dá para a otite. O ano passado foram duas vezes. Em cada ouvido.

Na sexta-feira feira passada o incomodo passou a dor, e tive mesmo que ir às urgências com medo que já se tratasse de uma otite. Depois de hora e meia de espera lá fui atendido por uma médica.

Enquanto a Sra. Dra. me consultava, comecei a observar o médico que estava na secretária ao lado. Muito compenetrado no pc. mas havia ali algo que me fazia olhar. De repente o homem levantou-se, e abanava-se todo. Uma bicha autentica!

Diagnóstico: - Tenho cerume no ouvido!!

Grande novidade que a médica me deu!

Não me fizeram rigorosamente mais nada. Não por falta do equipamento, mas porque não havia ortoringo que o pudesse operar. Mais ridículo ainda, foi a quando a médica me informou que se eu quisesse chamavam uma ambulância para me levar a Lisboa para fazer uma limpeza ao ouvido, e depois me traria de volta. Agradeci a atenção e o tempo dispensando e lá me vim embora.

Aqui ando eu, com o ouvido ainda entupido, a tentar resolver a questão com otoceril e com vontade de usar um desentupidor de canos no ouvido!

R.

 

Palavras-chave: ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 15.06.09 às 19:59link do post | adicionar aos favoritos

15 De Junho de 2009

 

Andei ausente e sem nada escrever durante bastante tempo. Mas por bons motivos. Primeiro o meu aniversário, depois a preparação para uma feira na qual o bar esteve e por fim, e a melhor de todas as razões o meu nino esteve de férias aqui junto a mim!

O meu aniversário já passou. Mais um ano... ando a ficar velho. O meu nino encheu-me de prendas. Um perfume óptimo, e umas t-shirts LINDAS!!! Deve ter gasto uma fortuna, aquele borreguito! Mas adorei. Na noite antes do meu aniversário fui trabalhar. E por acaso apareceram lá um grupo do qual gosto bastante. Uma antiga colega de trabalho e mais alguns amigos dela que entretanto são clientes frequentes do bar. E não sei bem como, lembraram-se que fazia anos, e sem eu perceber à meia-noite levantaram-se e começaram a cantar-me os parabéns e traziam bolo com velas e tudo. Fiquei emocionado. É mesmo daquelas coisas que não estava mesmo nada a ver acontecer.

Pouco dias depois do meu aniversário o meu nino entrou de férias.

Infelizmente não pode tirar férias desta vez. Nem mesmo folgas tive. A custa da feira e das celebrações dos feriados da semana passada não houve maneira de tirar dias.

Mas não foi por esse motivo que não tentei tudo por tudo para não frustrar as férias do meu amor. Ainda que todas as noites fosse trabalhar e ele sempre vinha comigo e estava lá ao meu lado, durante o dia deu para fazer algumas coisas.

As celebrações do 10 de Junho foram muito expressivas aqui na cidade. De facto foram como nunca haviam sido celebradas.

Militares e policias por todo o lado. Num dos jardins da cidade os militares montaram uma enorme exposição a qual eu e o H. fomos amiúde. Não só pela exposição em si, na qual estavam coisas e equipamentos que nunca havia visto ao vivo, mas especialmente pelos militares. Cada homem....cada corpo.... loucura!

E ainda por cima um grupo deles fez do bar quartel-general da bebedeira nocturna durante a sua estadia na cidade. Todas as noites a mesma loucura. E havia um deles que embora desse uma de macho, fartou-se de olhar para mim e para o H. lá no bar.

Dormir, também dormimos muito. Conseguimos ir à praia algumas vezes. Mas só de uma delas é que apanhamos bom tempo. De todas as outras, se tivéssemos levado um cobertor acho que o teríamos usado.

Descobrimos entretanto que nas dunas entre o Baleal e Peniche também se faz nudismo e que é uma zona de engate gay. Fomos lá 2 vezes, mas sinceramente não se viu nada de jeito. Talvez a conta do frio que estava.... mas ainda lá temos que ir mais algumas vezes para tirar isso a limpo.

Foi semana e meia de namoro contínuo. E muitas coisas pequenas, outras maiores se passaram. Não vou dize-las todas. Mas aprendi e o nosso amor cresceu e ficou mais forte.

AMO-TE H.! OBRIGADO POR TUDO!

R.

 


Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds