O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 14.08.08 às 16:13link do post | adicionar aos favoritos

13 de Agosto de 2008

 

            Visita quase relampago a Lx.

            Fui de comboio até Sta Apolónia, enfiei-me no metro e sá sai no campo pequeno. Que por sinal era a estação errada. O malfadado banco ficava na outra ponta da av. D de Outubro. Lá tive eu que descer aquela avenida. Encontrei o banco e tive  que esperar que o cofre abrisse pois o caixa não tinha dinheiro suficiente. Enquanto esperava, só pensava que ainda entrava alguem para assaltar o banco. Agora está na moda.

            Peguei no meu dinheirito, escondio-o num bolso, não na carteira, não me fosse eu encontrar com algum carteirista, e dois minutos depois já eu estava no Saldanha. Ao entrar para o metro, vi o Dolce Vita Monumental. Não pode resistir e lá entrei. Que desilusão.... tão canino..... basei logo dalí e voltei a enfiar-me no metro.

            Como ontem me esqueci de ver o horário dos comboios para a volta a casa, resolvi ir apanhar o comboio na estação do oriente, porque se tivesse que ficar muito tempo à espera, sempre me entretinha no Vasco da Gama. Mas para chegar lá de metro é uma seca. Tive que mudar de linha três vezes.

            Logo que cheguei ao oriente fui logo almoçar. Burguer king. Depois do almoço fiz uma visita rápida à Quebra mar e Zara. Mas nada de jeito. Mas tambem me faltava o o H. para me ajudar nas compras. Aliás enquanto estava no centro comercial senti mesmo muito a falta dele.

            Lá fui eu para a estação, comprei bilhete e fiquei à espera. Não me importei mesmo nada, é um dos meu sítios de encanto. Gosto mesmo muito daquela estação.

            Entretanto o meu nino, por estar muito cansado e com soninho foi para casa dormir, e eu estive que vir no comboio sem mandar sms. Foi estranho. Desde que me leventei até aquele momento já tinha mandado cerca de 100 sms, e derrepente nada. Quase que fiquei entrei em ressaca, e apanhei uma grande seca no comboio. Ainda por cima era um regional e demorou eternidades a chegar.

            Cheguei a estação aqui do burgo e apanhei logo a urbana que por acaso tinha acabado de chegar. Ao dar uma volta na cidade encontrei o meu mano e a minha cunhada numa loja dos chineses onde fui procurar tachos e panelas, e fomos tomar café lá na esplanada do custume. E o meu nino a dormir.

            Ali ficamos a conversar e a curtar na casaca como é habitual..... e o meu nino acordou.

            Acordou e continuou a mandar sms. Mas uma coisa me perturbou e não entendi. Desde a hora do almoço que notava nas sms dele, que estava a defensiva. Não sei bem explicar, apenas era o que sentia. Não me respondia as perguntas a primeira, perguntava sempre “porque?” antes de responder, senti-o envasivo.... sei que é estranho, mas foi o que senti.

            Lá vim para casa, e passei o resto da noite a pensar nisto. Porque raio de razão estava ele tanto a defensiva? Disse-me que foi coincidencia.... talvez.

            R.

 

Palavras-chave: ,

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15
16

17
18
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory