O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 19.10.08 às 18:53link do post | adicionar aos favoritos

            17 de Outubro de 2008

 

            Andei a semana toda sem grande inspiração para escrever.

            Mas aqui vai um resumo rápido do que aconteceu.

           

            Segunda-feira:

            Dia calmo, a noite no bar também começou de forma muito calma. De repente a porta abriu e começaram a entrar pessoas em fila. Parecia que nunca mais acabava. Numa questão de minutos tinhamos o bar à pinha. Dois grupos grandes.

            No final de toda a gente estar servida e beber, eu e a S. ficamos a conversar dentro do balcão. De repente ouvimos cantar e som de um acordeon. Viramo-nos rapidamente e estavam um gajo a tocar e todos a cantar.

            Com a confusão de servir o pessoal todo, nem tinhamos reparado que alguem havia trazido um acordeon.

            Ajustei o volume do som do bar para o minímo e deixamos o gajo tocar. Fui muito divertido. Música ao vivo.

            O melhor disto tudo, é que o gajo que estava a tocar era um pão.

            Vestido à beto. Calças claras, puxadas para cima muito justas. Notava-se o enchumaço todo, não como um volume, mas notava-se as formas todas. Deu para lavar as vistas.

 

            Terça-feira:

            Hoje estive de folga. O meu nino veio ter o comigo no final de sair. E pouco tempo depois de ele chegar, entrou o gajo que veio fazer a instalação da tv cabo e internet.

            Como o gajo tinha que instalar a power box no meu quarto tivemos que deixar a porta aberta. E como o gajo (que segundo o meu nino era bom) estava sempre a entrar e a sair, e os putos também estavam aqui, acabamos por não poder namorar muito. O gajo da tv cabo falava sem parar.  Um trabalho que demorava meia-hora ele levou quase hora e meia a fazer. Mas valeu a pena dar-lhe conversa. Acabou por instalar coisas que não estavam contratadas e deixou montes de cabos de graça. Agora já tenho net. Aliás, não há fome que não dé em fartura. Antes não tinha acesso nenhum à net. Agora tenho em casa e no bar eles também instalaram wi-fi à borla.

            No final de jantar as pizzas que mandamos vir tivemos tempo para namorar um pouco. Amo muito o meu H.

 

            Quarta-feira:

            Nada de especial, passei o dia a fazer zapping, e a navegar na net.

 

            Quinta-feira:

            Acordei tarde, mas muito bem disposto. Pelo menos até ligar a net e visitar o blog do meu amor. Estragou-me a tarde.

            Tinha um post lá em que falava que me achava que estou a distanciar-me, e que acha que algo não está bem comigo e que não lhe queria dizer. O que me chateou não foi o facto de o ter escrito, mas sim por estar a pensar merdas e nem sequer me perguntar. Admito que fiquei de trombas. É que não se passa nada comigo. Amo-o muito e não entendo o que faço que despolta este tipo de pensamentos no meu homem.

            Levantei-me e fui tomar café. Quando vinha para casa, lembrei-me que estava de folga hoje não tinha nada para fazer para o jantar. Passei no talho.

            Não estava mesmo com cabeça para ver se o gajo estava ou não a fazer flirt. Mas quando cheguei a casa reparei no que havia trazido. Pedi febras, paguei febras, mas dentro do saco vinham bifes. Nada mau!

            Entretanto  o meu nino veio ter comigo. Depois de esclarecer-mos as coisas, namorar-mos um pouco, fomos jantar ao macds.

 

            Sexta-feira:

            Começei um novo vicio.

            Travian.

            Se virem uma aldeia chamada “Motherload”, não ataquem! Sou eu.

 

            Sábado:

            Passei o dia a fazer zapping e de volta do travian, e fui para o bar.

            Como sempre começou lento, e de repente encheu. Fartei-me de dar ao chinelo. Foi mesmo uma grande noite. Montes de gente. Dois gajos muito giros, que por o bar estar tão cheio quando passava por eles rocavam-se um pouco. Mas acho que era acidental....

            Já passava das 4 da manha quando finalmente saí.

 

R.

 

Palavras-chave: , , , , ,

Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

20
21
22
24

26
30


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory