O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 17.10.07 às 15:08link do post | adicionar aos favoritos

14 De Outubro de 2007

 

Tarde calma de domingo. Invade-me um sentimento bucólico quando a luz quente do sol entra pela minha janela do quarto e me aquece a alma. Após a noite de trabalho de ontem sabe bem esta calmaria.

O bar está mesmo muito movimentado, sinto-me orgulhoso e com sentido de dever cumprido por fazer parte deste novo folgo que o bar está a ganhar. Acho que uma ínfima parte se deve também a minha postura e atitude, de ganhar novos clientes. Fico com o ego quase do tamanho do Mourinho quando clientes elogiam o bar e a mim. Faz-me sentir bem. Acho que o patronato também está satisfeito comigo, de outra forma também não me teriam já feito contracto de trabalho. Acho que isso é um sinal muito positivo, interpreto isso como um sinal de não querem que saía dali.

Quem parece que entrou também para ficar, foi o H. pelo menos para já! A julgar pelo número de mensagens, e pelo jogo de flirt que estamos a manter.

A verdade é que este homem mexeu comigo. Começo a acreditar em “química à primeira vista!” Li esta frase no correio da manha de hoje, e decidi adopta-la! Não posso considerar o que sinto por ele seja amor, mas é algo forte e inegável. Penso nele quase a todos os instantes, fico ansioso entre mensagens, olhando mecanicamente para o telemóvel à espera de ver lá uma palavra dele. E não é só em quequa que penso, embora nessa área nos encaixemos perfeitamente, é mais que isso. É uma atracção estranha, mas muito, muito boa.

Por outro lado quem cada vez mais está de saída são o L. e o J.

Sinto L. cada vez mais distante; quer de um relacionamento quer do meu coração. Sinto-o frio e distante. E se eu me senti-se completo com ele, este flirt com o H. não se estaria a passar. Acho que o que senti por ele foi uma ilusão. Nada mais.

A atitude dele quando está aqui na cidade, leva-me a pensar que ele se encontra com outros gajos, e que só me procura quando não tem mais ninguém. Talvez esteja a ser injusto, mas as pequenas coisas começam a fazer sentindo e a apontar nesse sentido. A próxima vez que me encontrar com ele, será para acabar com esta situção.

O J., não o entendo. Sinceramente! Após a figura que fez há uns dias, ontem mandou-me umas quantas mensagens sempre com o mesmo: “olá.” Também so lhe respondia isso mesmo.

Hoje mesmo também encetou conversa. Andou a enrolar até me dizer que talvez não seja tarde para o conquistar. Pois eu acho que é. Não vou deixar que brinque comigo de novo.

*****************

Fiz aqui uma pausa de umas quantas horas. O filme da sic tirou-me do pc. Não foi pela história, mas ver o Win Diesel vale sempre a pena. Que homem aquele.

Ja voltei do bar, mas importante é lembrar as mensagens que troquei com o H. enquanto caminhava para lá. Disse-me que também sente o mesmo que eu. E também concorda que devemos ir com calma, e o que tiver que acontecer, vai acontecer! Vou tentar encontrar-me com ele na terça.

Vou para a caminha, envolto neste enlevo extraordinário de sentir o encanto de pré - paixão por alguém lindo e interessante como o H.

R.


Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
18
20

21
22
23
25
26
27

28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory