O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 21.07.10 às 16:59link do post | adicionar aos favoritos

20 De Julho de 2010

 

Ontem senti de novo toda a dor, solidão e desamparo em que estou desde que o meu namoro acabou.

Estava de folga e decidi ir dar uma volta a cidade para arejar. Aproveitei e cortei o cabelo. E depois foi o pior do dia.

Saldos. Por todo o lado saldos.... e eu sem o H. para ir-mos ás compras.

Preciso mesmo de comprar alguma roupa. Calças, t-shirts e pólos. Nada de mais é certo. Mas era com o H. que contava para me ajudar sempre. Como sou daltónico e o meu gosto é muito discutível era e foi sempre o H. que me ajudava a escolher. Adorava ir com ele. Mesmo que nada comprasse para mim, ver e sentir a alegria e a energia dele quando andávamos de loja em loja, de compra em compra era para mim um mundo.

Já nem falo tanto em sair daqui onde só há meia dúzia de lojas que valham a pena e ir a lx ou outro qualquer sítio, isso como não tenho carro está completamente fora de questão. Mas o que me entristeceu foi mesmo a falta da ajuda dele.

Nunca saberei se ele tem a consciência da falta que me faz, mesmo nas coisas mais banais da minha vida. De tudo o que ele era para mim. De tudo o que fez por mim.

Uma das muitas coisas que ele fez foi isso mesmo. Ensinou-me a vestir-me melhor. A sentir-me bem comigo mesmo e com a roupa que visto. Pode parecer vaidade e futilidade, mas a verdade é que isso aumentou e muito a minha auto-estima.

Amo-o muito ainda. E acho que para sempre. Com o tempo vou aceitando que nunca mais será meu.

Mas hoje senti-me sozinho. Demasiadamente só!

R.


O que me dizes?
Por: Ray, em 21.07.10 às 16:57link do post | adicionar aos favoritos

18 De Julho de 2010

Fim de um fim-de-semana de bebedeira.

Desde quinta-feira que foi um desatino. Todos os dias uma!

Na quinta-feira por brincadeira no final da noite lá no bar, a patroa e eu decidimos ir para a discoteca cá do sítio. Como era a última noite académica, decidimos ir ver e desanuviar as ideias. Eram só putos que por lá estavam... Metemo-nos nas mínis e foi o que foi. Cheguei a casa já muito depois das 5 da manha e já a cambalear.

Na sexta-feira a culpa foi de um grupo que foi lá ao bar. Começaram a beber shots. Mas só bebiam se bebesse também... para não dar parte fraca, lá bebia também. Para o final o meu já era quase só sumo.... tinha que continuar a trabalhar.... mas ainda assim já cheguei alcoolicamente bem disposto a casa.

No sábado, o que começou por ser uma noite muito calma, acabou comigo a quase desesperar por um pouco de paz e tempo para fumar um cigarro.

Como o calor era muito atrás do balcão ia bebendo umas mínis.... e mais umas.... e ainda mais umas.... e como a maior parte estavam a ser pagas por clientes, muitos dos quais fazem parte do tal grupo que secretamente sabem  que sou gay, deixei-me ir na onda. Para acabar a noite em grande, mais uma vez eu a patroa fomos para a discoteca. Desta vez uma a que não costumamos ir, por passar maioritariamente musica latina.... foi mais uma vez o descalabro....

Felizmente em nenhum dos dias fiquei com ressaca. E sempre deu para esquecer um pouco a tristeza que trago comigo desde que o o H. acabou.

Mascarada mas não esquecida essa dor!

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 10.07.10 às 16:28link do post | adicionar aos favoritos

10 de Julho de 2010

 

Sinto tanto a falta no H.

Na quinta-feira até lidei bem com isso, entretido que estava em arrumar o resto do quarto, e tudo mais. Mas ontem foi demais. Fartei-me de chorar de novo. Mesmo antes de abrir o bar. Os primeiros clientes notaram e tudo.

Nunca pensei que fosse tão difícil. Nunca me passou pela cabeça, em momento algum que fosse tão duro e tão incrivelmente doloroso.

As babes lá do bar fazem de tudo para me animar. Mesmo não sabendo verdadeiramente o que se passa, (embora não sejam burras e de certeza que já juntaram um mais um), mas não conseguem tirar-me deste estado de inanimação em que estou. Dizem vezes sem conta que já não lhes pareço o mesmo. E isso é a verdade.

Mesmo que durante o dia me entretenha na net ou a ver tv, o caminho que faço para ir para o bar deixa-me sempre triste. Era nessa altura que normalmente ligava ao H. e estávamos a conversa até chegar ao destino. Sinto falta disso.

A minha ex-cunhada (sim, o meu irmão separou-se dela entretanto) teve ontem no bar. Olhou para mim 20 segundos e disse-me logo que não estava bem. Olhei para ela e antes que pudesse dizer alguma coisa ela remata: “estás só!”. Com o balcão cheio de gente, lá inventei que o fumo me entrou para os olhos e por isso ter soltado lágrimas.

Doi-me o coração. Agarrado ainda a quase nula esperança que um dia em breve ele se aperceba que afinal me ama, e que voltará para mim, é o que me dá as poucas forças que me fazem andar. E isso sim, é apenas a minha imaginação.

Todos os dias lhe escrevo uns sms, que eventualmente apago e não envio. Não o quero aborrecer. Será que ele já me ultrapassou? Já me terá arrumado na memória? Eu não o consigo fazer.

 

Queen- Love of my life.

 


 

 

R.


O que me dizes?
Por: Ray, em 05.07.10 às 17:13link do post | adicionar aos favoritos

5 de Julho de 2010

 

Este calor insuportável não me faz sentir ainda pior.

Não tenho conseguido tirar o H. da minha cabeça.... que estará fazendo, que pensará, como estará.....

Conforme  o tempo passa, vai ficando cada vez mais claro o que não ter o H. na minha vida significa. Basicamente não tenho nada.

Lá no bar andam a pressionar-me para finalmente marcar as férias... não sei o que fazer. Sem o H. que faço? Nada..... Vou ter férias e ficar enfiado neste quarto sem sequer ter maneira de ir uns dias à praia. Talvez vá as piscinas, mas sem companhia??!!

Sinto-me só. Estou só. E sem ninguém para poder desabafar!

As babes lá no bar perguntam e perguntam que tenho... que estou estranho, triste, sem vida nem animo. E a verdade é essa. Não sou o homem que era. Falta-me a alegria e o alento que só uma pessoa me trazia e agora levou com ele.

Ontem à noite passou esta música que deixo no final do post. Quase me desmanchei a chorar.....

Total eclipse from the heart.

 

".. once upon a time i was falling im love,now i'm just falling apart!
Nothing i can do, a total eclipse from the heart!"

 

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 24.06.10 às 15:45link do post | adicionar aos favoritos

 

A relação com o meu H. chegou ao fim.

Estou de rastos, perdido, completamente só e ainda loucamente apaixonado por ele.

E ainda não é hoje que consigo lidar e despejar a minha alma.

Como tantas outras vezes na minha vida, a musica exprime o que sinto....

 

 

I Will always love you!

 

R.


O que me dizes?
Por: Ray, em 15.06.09 às 19:59link do post | adicionar aos favoritos

15 De Junho de 2009

 

Andei ausente e sem nada escrever durante bastante tempo. Mas por bons motivos. Primeiro o meu aniversário, depois a preparação para uma feira na qual o bar esteve e por fim, e a melhor de todas as razões o meu nino esteve de férias aqui junto a mim!

O meu aniversário já passou. Mais um ano... ando a ficar velho. O meu nino encheu-me de prendas. Um perfume óptimo, e umas t-shirts LINDAS!!! Deve ter gasto uma fortuna, aquele borreguito! Mas adorei. Na noite antes do meu aniversário fui trabalhar. E por acaso apareceram lá um grupo do qual gosto bastante. Uma antiga colega de trabalho e mais alguns amigos dela que entretanto são clientes frequentes do bar. E não sei bem como, lembraram-se que fazia anos, e sem eu perceber à meia-noite levantaram-se e começaram a cantar-me os parabéns e traziam bolo com velas e tudo. Fiquei emocionado. É mesmo daquelas coisas que não estava mesmo nada a ver acontecer.

Pouco dias depois do meu aniversário o meu nino entrou de férias.

Infelizmente não pode tirar férias desta vez. Nem mesmo folgas tive. A custa da feira e das celebrações dos feriados da semana passada não houve maneira de tirar dias.

Mas não foi por esse motivo que não tentei tudo por tudo para não frustrar as férias do meu amor. Ainda que todas as noites fosse trabalhar e ele sempre vinha comigo e estava lá ao meu lado, durante o dia deu para fazer algumas coisas.

As celebrações do 10 de Junho foram muito expressivas aqui na cidade. De facto foram como nunca haviam sido celebradas.

Militares e policias por todo o lado. Num dos jardins da cidade os militares montaram uma enorme exposição a qual eu e o H. fomos amiúde. Não só pela exposição em si, na qual estavam coisas e equipamentos que nunca havia visto ao vivo, mas especialmente pelos militares. Cada homem....cada corpo.... loucura!

E ainda por cima um grupo deles fez do bar quartel-general da bebedeira nocturna durante a sua estadia na cidade. Todas as noites a mesma loucura. E havia um deles que embora desse uma de macho, fartou-se de olhar para mim e para o H. lá no bar.

Dormir, também dormimos muito. Conseguimos ir à praia algumas vezes. Mas só de uma delas é que apanhamos bom tempo. De todas as outras, se tivéssemos levado um cobertor acho que o teríamos usado.

Descobrimos entretanto que nas dunas entre o Baleal e Peniche também se faz nudismo e que é uma zona de engate gay. Fomos lá 2 vezes, mas sinceramente não se viu nada de jeito. Talvez a conta do frio que estava.... mas ainda lá temos que ir mais algumas vezes para tirar isso a limpo.

Foi semana e meia de namoro contínuo. E muitas coisas pequenas, outras maiores se passaram. Não vou dize-las todas. Mas aprendi e o nosso amor cresceu e ficou mais forte.

AMO-TE H.! OBRIGADO POR TUDO!

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 24.05.09 às 19:35link do post | adicionar aos favoritos

            23 De Maio de 2009

 

            Acabei de chegar da discoteca.

            Ao final da tarde saí de casa para ir comprar algo para o jantar. Antes de ir à mercearia, fui tomar um café na pastelaria do costume. A tal dos quais os donos são também um casal gay. Na conversa com eles, quando lhes disse que tinha que ir ás compras para o jantar, convidaram-me para jantar com eles ali na pastelaria. Aceitei. Gostei do gesto e da conversa durante o jantar.

            Embora me conheçam há pouco tempo já me tem como confidente. Falamos de alguns dos problemas que tem, da família etc. e tal.

            Eu devo ter cara de padre. Já não é a primeira vez que noto que á vez, ora um ora outro desabafam comigo. Ora de algumas frustrações que tem, ou do trabalho.... Acho que se está a criar uma bela amizade. Depois do jantar, fiquei por lá! Também não tinha nada para fazer em casa. Ali pelo menos me entretinha ou a falar ou a ler uma revista ou jornal.

            Já no final da noite, quase a fechar convidaram-me para ir à discoteca com eles. Apercebi-me que não seriamos só os três. Uma moça que trabalha lá também viria. Depois de falar com o meu nino, aceitei. Apenas porque não seriamos só eles e eu.

            Embora tenha prometido a mim mesmo que não o faria tão depressa, acabamos por ir para a horta da fonte. Até me diverti. Não ficamos muito tempo, mas foi engraçado. Embora haja flirt entre nós, nada que seja sério ou perigosamente real.

            Foi giro, mas faltou-me o essencial. O meu H. sentia-me estranho sem ele por perto. Mas é bom saber que a nossa relação permite noites como esta.

            R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 23.03.09 às 17:53link do post | adicionar aos favoritos

23 de Março de 2009

 

Foi caótico, intenso e com altos e baixos!

O meu nino veio na sexta-feira, preparado para passar duas noites comigo. Ainda nem sei bem como. Os putos estavam em casa, mas ainda assim ele decidiu ficar. Ainda bem. Foi mesmo bom. Aliás dois fins-de-semana de seguinda com o meu amor. Espero que se continuem a repetir!

Quando chegou o meu nino foi ter comigo à feira, e ainda andava eu de volta das decorações e arrumos. Ficamos por lá um pouco e fomos mais a S. jantar ao macds. É giro o pessoal amigo lá do bar já ter acolhido o H. como amigo em tão pouco tempo. Depois disto eu fui para abrir o bar, e o meu nino para a feira onde estava o meu mano a trabalhar, e sem perceber bem porque ficamos os dois sozinhos, um cada lado da cidade. Mas enfim.... a meio da noite veio ter comigo ao bar, e juntamente com a S. ficamos a jogar uno, que moviemto no bar foi mesmo muito pouco. O pessoal foi todo para a feira.

Fechamos o bar e fomos a correr para a feira. Ainda nos divertimos esta noite.

No sábado acordamos nas calmas, despachamos tudo e fomos para a rua. Depois

de um pequeno-almoço já tomado depois da hora do almoço, fomos ver como estavam as coisas na feira. Mal tinhamos chegado e já o meu mano estava a fazer-nos umas caipirinhas de banana! A nova bebida do bar, e que eu adoro! Depois disto fomos passear na cidade. Sabe tão bem andar de um lado para o outro, sem destino nem direcção, com o homem que eu amo!

      Depois de jantar o meu nino acompanhar-me até ao bar. Pensei que ia ficar. Mas enganei-me. Mais uma vez preferiu ir para a feira sózinho, ficar a falar com o meu mano, ou mesmo sem companhia do que estar comigo, que também estava sozinho visto com a feira haver muito pouco para fazer no bar, e isto ainda não entendo. Mas enfim.

      Passado umas horas, lá veio para o bar, e por esta altura já lá estavam as babes. Ficamos de novo a jogar uno, e o meu nino a emborcar umas imperiais. Ele já me tinha dito que queria apanhar uma real besana! E prometeu e compriu. Depois de muitas imperiais no bar, logo que fechamos e chegamos à feira, já ele estava com um copo de safari na mão e eu com uma caipirinha de banana.

      Perdi a conta a quantos safaris bebeu o meu nino. Eu fiquei-me por 3. Já no final de tudo fechado e limpo o meu nino já estava com uma cadelona que até abanava! Mas estava muito bem disposto.

      Mesmo contrariado ainda fui para a pseudo-discoteca cá do burgo. Não gosto mesmo nada daquele espaço, mas como todos queriam ir, também fui. Com o tempo a passar o alcool começou a pesar no meu nino. Ele bebado é mesmo engraçado. Comico mesmo!!!

      Nem 2 horas lá estivemos. Já estava cansado, e decidimos vir. O meu nino já estava a precisar de cama.

     Pelo que me disse no domingo nem se lembra de sair da disco nem do caminho para casa. Nunca o tinha visto assim. Mas mesmo bebado o meu nino é encantador!

      Depois de nos enfiar na cama, e como estava cheio de tesão começei a dar uns carinhos ao meu nino, e as coisas aqueceram, e pouco tempo depois já os nossos corpos se uniram e estava eu dentro do meu amor.

      O domingo não tem muito que se conte. Ressaca do H.!!

      Mesmo com altos e baixos, adorei estes dias. Agora que ele deixou a esplanada espero que estes dias juntos, mesmo que ao contrário de este fim-de-semana, não tenhamos planos nem nada para fazer, se repetitam muitas vezes. Amo-o muito.

      R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 16.03.09 às 18:16link do post | adicionar aos favoritos

16 de Março de 2009

 

Acabou tão depressa.... O tempo sempre corre quando gostamos de algo.

Logo na sexta-feira o meu nino veio ter comigo, jantamos no nosso chinês e fizemos uma vizitas a meia duzia de bares aqui na cidade. Como estou sempre a trabalhar no bar, é bom e gosto de visitar a concorrencia e apanhar ares novos.... mas a tentação foi grande e acabamos por ir para o bar onde trabalho e ficamos quase até ao fecho a jogar uno e a beber Mai Tai!

Voltamos para casa e depois de satisfazer-mos o que os nossos corpos ansianvam e desejavam, adormecemos que nem uns anjinhos.

Acordar, banho, fazer o saco e tomar café e pouco tempo depois já estavamos aqui:

Óbidos

Rumamos rápidamente para a zona do festival do chocolate. Minha nossa quanta gente.... e muitos gajos giros para nós podermos lavar as vistas. A Cerca do castelo estava apinhada de gente e de barracas a vender de tudo e mais alguma coisas com chocolate.

A tenda com as esculturas de chocolate, que eu queria mesmo muito visitar, tinha uma fila para entrar de algumas horas. Desisti logo que vi a fila. Não ia ficar parado ao sol horas só para estar lá dentro uns minutos. Estar com o meu nino de um lado para o outro era muito melhor para mim.

Com tanto chocolate para todo o lado que nos viravamos até o cheiro ficava enjoativo. Acabamos por apenas comer uma enorme taça de morangos com chocolate....adorei!

Depois de mais umas voltas pela feira, mais umas olhadelas aos gajos bons que por ali andavam (alguns casais gays), e um passeio pela muralha de Óbidos rumamos com direcção ao “Coco’s” na Foz do Arelho. Adoro este bar. Mesmo à beira do mar, com uma esplanada fantástica. Apanhar aquele solzito fez-me bem à alma. Quando vivia nas Caldas da Rainha, era o meu espaço habitual. Sempre que podia lá ia eu.

Como ainda não tinhamos quarto reservado na Nazaré, decimos metermo-nos a caminho, para não chegar-mos lá de noite. Mas antes ainda tivemos que dar um saltinho à praia do norte. Só para ver quem andava por lá ao engate. Mas eram mesmo só velhos, e como já estava a ficar frio fomo até à residencial que tinhamos escolhido.

Felizmente ainda tinha quartos, por €35 ficamos num quarto com esta vista:

 

Adorei!

Descansar um pouco as pernas, namorar um pouco, banho e já estavamos na rua para ir jantar. Adorei a noite. Depois de jantar e de passear um pouco, acabamos por ficar num irish pub que tinha musica ao vivo.

Mas o cansanso de tanto andar começou a pesar, e fomos cedo para a camita.

Acordar, levantar olhar para a janela e ver isto:

 

Fantástico.

Acordar neste cenário com quem amo, depois de uma fanstática noite de amor, e depois de ter tido um sonho de um dia de sábado....nem tenho palavras para me exprimir! É bom demais!

Depois do pequeno-almoço e de mais uma voltinha na calçada pela praia decidimos ir embora. Fomos dar uma voltinha nas caldas. Adoro aquela cidade. Tomamos café no centro historico, em plena rua das montras, e fomos a pé visitar o novo shopping que abriu por lá. Acabamos por almoçar por lá.

Embora tenhamos dormido muito bem, de tanto andarmos de um lado para o outro, o cansanço nas pernas era mesmo muito, e viemos para casa. Antes de voltar para o quarto ainda fomos lanchar à cidade e apanhar os últimos raios de sol deste domingo fantástico.

Depois de jantar lá tive que ir trabalhar.... não me apetecia mesmo nada. Mas foi mesmo um fim-de-semana daqueles que não se esquecem!

Andava mesmo, mesmo a precisar de uns dias assim!

Amo-te muito H.

R.

 

Palavras-chave: , , , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 13.03.09 às 14:36link do post | adicionar aos favoritos

13 de Março de 2009

 

      Vou estar de folga este fds. Já merecia! Já nem me lembro do último que folguei.

      Para tornar as coisas ainda melhores, o meu nino já deixou a esplanada e vamos estar juntinhos. Temos algumas coisas planeadas, mas nada ainda defenitivamente decidido....... mas uma coisas sabemos que vamos fazer:

FESTIVAL DE CHOCOLATE EM ÓBIDOS!!!

Mais alguem vai passear por lá no Sábado?

Estou ansioso que passem estas horas para estar juntinho ao meu lindo...

R.

 

Palavras-chave: , , ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory