O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 02.02.09 às 15:55link do post | adicionar aos favoritos

             2 de fevereiro de 2009

 

            Até que enfim que Janeiro acabou. Parece-se sempre o mês mais longo do ano.

            Este fim-de-semana finalmente estive de folga. Já merecia e precisava. Quanto mais não fosse para desanuviar os miolos!

            Na sexta-feira já não fui trabalhar. E o meu nino acabou por não vir cá. Fiquei na cama o dia praticamente todo.

            No sábado sim. Acordei à hora do almoço na esperança que o meu homem viesse logo, mas não foi assim. Teve que ir abrir o tasco. Felizmente não foi durante muito tempo, o frio e a chuva ajudaram e veio ter comigo ainda antes das 18h. Fiquei mesmo feliz. Estava mesmo cheio de saudades! Ficamos no quarto a falar e a namorar um pouco, e lá tivemos que sair. O meu gajo precisava de ir ás compras. Láminas para desfazer aquela barba de homem rijo!

            Ainda era cedo para irmos jantar e fomos dar uma volta “dos tristes” até ao shopping. Também não há muito mais que fazer aqui nesta triste cidade.

            Fomos jantar ao nosso chinês, e como não parava de chover, fomos tomar café a um bar que abriu à pouco tempo, e como é perto do bar onde trabalho, aproveitei para avaliar a concorrencia... mas sinceramente não gosto daquele tipo de espaço. Acho-o muito estéril. Mas enfim... há gostos para tudo.

            Ainda lá estivemos um bom bocado a conversa, mas já estava cheio de comichões para sair dalí. Como não parava de chover, e aqui a cabecinha de vento se esqueçeu do chapeu de chuva no bar onde trabalho, demos lá um saltinho para o ir buscar.

            Quando lá chegamos estava vazio. Só o J. (patrão) e um casal. Ficamos um pouco à conversa os 3, e derrepente dá de entrar putos atrás de putos, e como o J. estava  sózinho ainda o ajudei até a S. chegar. Fartei-me de fazer shots e o meu nino teve que ficar um pouco sózinho na mesa.... mas também não podia ficar ali sem ajudar o J.

            Entre as vagas de shots, sentava-me ao pé do H. E ambos a olhar para o J. as calças que tinha vestidas eram mesmo muito reveladoras. Tem um rabinho mesmo muito bem feito! E o enchumaço mesmo muito bem recheado! Sei que usa boxers largos e nesta noite notava-se e bem o pau ajeitado para a esquerda. E a julgar pelo volume e pelo movimento dentro das calças não deve ser nada pequeno. E o H. Também concorda. Numa altura da noite sentou-se ao meu lado de tal maneira que as calças se encostaram mais ao material e deu para notar o tamanho enorme dos tomates. Sim senhores!!! Tenho um patrão mesmo muito bem abonado!!!!!

            Como a S. já tinha chegado, e as coisas estavam orientadas, resolvemos sair. Metemo-nos a caminho do bar gay, e quando lá chegamos vimos que estava fechado. Pensamos que era permanente, que tinha falido ou algo parecido, mas depois de ver o hi5 do bar, soube que era apenas para férias e para obras. Tou para ver o que vai sair dalí!!!

            Como estava mesmo muito mau tempo o meu nino resolveu ir para casa. Deixou-me à porta do prédio e meteu-se a caminho! Ainda nem eram 23:30!

            Fiquei um pouco triste. Era o meu primeiro fim-de-semana em meses e ainda nem era meia-noite e já estava em casa. E sem a companhia do meu nino. Nem subiu para me dar uns beijos e tudo o mais o que sempre se segue....

            Embora racionalmente entenda porque teve que ir, estava realmente mesmo um temporal o meu coração pedia mais.

            No domingo também acordei à hora de almoço. Pensando que o meu nino viria cá. Mas nao veio. Nem foi abrir o tasco. O mau tempo era mesmo muito e tornava-se perigoso vir a conduzir. Além disso tambem estava meio engripado. Assim ficamos os dois em casa. Na casa de cada um!!!

            Fiquei triste e um pouco frustrado. No meu fim-de-semana de folga tive quase todo o tempo sozinho. Sem o meu amor. Entendo que foi por coisas que nos ultrupassam, mas ainda assim.... quando se ama alguem e a saudades são muitas, mesmo quando nada podemos fazer para vencer o que nos separa, no fundo custa.

            Embora pensa-se que iria estar de folga até hoje, afinal enganei-me. Fui trabalhar ontem. Ligou-me a S. ja bem depois da hora do bar abrir a pensar que eu estava lá. No sábado no meio da brincadeira o J. disse-me que para vir trablhar no domingo, mas eu pensei que ele estava a brincar. Afinal não estava. A S. passou aqui e abrimos o bar ja passava das 22h. Azar.

            Agora não sei quando voltarei a ter um fim-de-semana assim tão depressa....

            Continuo com saudades do meu nino.

            R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 16.01.09 às 16:25link do post | adicionar aos favoritos

            16 de Janeiro de 2009

 

            Hoje até acordei mais cedo do que é costume, e fiz uma coisa que já não fazia há muito tempo: Almoçar!

            A S. ex-colega do último sitio em que trabalhei, comvidou-me à uns dias para ir almoçar e por a conversa em dia! Estava-lhe a apetecer ir ao chinês e não havia ninguem que fosse com ela. E como eu adoro comida chinêsa, aceitei logo.

            Mal tinha entrado no carro e ainda nem tinha posto o cinto de segurança já tavamos no corte e costura. Pareçemos 2 comadres eheh!

            Já não nos encontravamos para falar há muito, muito tempo. E as novidades eram mais que muitas.

            Curiosamente fez agora um ano que nos conhecemos, quando fomos ambos para formação e estágio no Porto. E rápidamente ganhamos grande empatia.

            Anyway, uma das grandes novidades (digo mesmo a grande novidade), o gerente que há uns meses me dispensou, foi ele mesmo despedido. Karma é lixado, não é??!!

            Não desejo nada de mal ao senhor, mas é engraçado as voltas que a vida dá!

            Infelizmente ela só tinha uma hora e pouco para o almoço. Ainda ficou muito por cuscar. Temos que fazer isto mais vezes.

            Agora, tristes foram as noticias que recebi ontem. O casal amigo meu. E quando digo amigos, sao amigos! Daqueles que embora agora não nos vimos muitas vezes, quando nos encontramos parece que foi ontem a última vez que tivemos juntos, separam-se!

            Fiquei sem saber o que dizer. Conheco a C. e o M. ha muito tempo. E sou amigo deles individualmente, ou seja, já eramos amigos, mesmo antes de eles juntarem os trapinhos. E custa-me saber que acabaram a relação. Já com um filho pelo meio....

            Mas enfim. A vida é mesmo assim! Mas fico triste.

            Um dia deste faço aqui um post sobre eles. Temos história e aventuras juntos que quase dão para um blog.

            R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 21.11.08 às 17:04link do post | adicionar aos favoritos

21 de Novembro de 2008

 

Ontem teve cá o meu nino.

Depois de todos os stresses, cenas tristes e discuções foi muito bom voltar a estar com ele.

Como já tinhamos tudo resolvido, nem sequer houve mais conversa sobre os assuntos tristes.

Ele chegou, namoramos, rimo-nos e claro que tivemos que ver os blogs e tratar dos vicios! Primeiro o travian e logo depois a dependencia do corpo um do outro!

Quando ele chegou, tinha eu acabado de sair do banho, e ainda estava só de boxers e t-shirt, rapidamente as suas mãos e boca rapidamente encontraram o meu pau, que já espreitava na abertura dos boxers.

Aquela primeira vez que o meu pau entra na boca dele sabe tão bem, mas tão bem....

Assim que o meu pau ficou bem teso, foi a minha vez. Baixei-lhe um pouco as calças e saquei-lhe o pauzão já teso para fora também através abertura dos shorts. Delirei. Quando lhe pedi que voltasse ao meu pau, ele mamou-me de uma maneira, que em pouco tempo me fez vir. Foi uma de uma intencidade que juro que até vi estrelas.

Com todo este exercício deu-nos a fome. Decidimos ir jantar ao chinês.

Adoramos comida chinêsa, mas desta vez pedimos duas coisas que não gostamos mesmo. Uma entrada “pau chinês com carne” que é mesmo muito mau, e o prato que o H. pediu “galinha recheada com camarão” que nem tem adjectivo que o descreva.

Mas o importante era estarmos juntos, e a “galinha na chapa quente ” que eu pedi salvou o jantar.

Amanha estaremo juntinhos de novo.

R.

 

Palavras-chave: , , , , ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds