O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 26.01.09 às 18:01link do post | adicionar aos favoritos

26 de Janeiro de 2009

 

Depois da tempestade vem sempre a bonança!

Muito stress, ralações e tristesa, eu e o meu nino tivemos um fds fantástico.

Embora tivesse sido optimo ele ter vindo no sábado à tarde, como o tempo não estava muito mau teve que abrir o estaminé e só veio no final da tarde.

Chegou mesmo em cima da hora para irmos jantar, mas mesmo assim, demos uns beijos daqueles. Se calhar até lhe posso chamar um beijo de reconciliação. Amo-o muito, e a depois de todas as discuções que tivemos aqueles beijos foram o fechar de um capitulo e o ínicio de outro.

Depois do jantar foi-me deixar ao bar, e veio estacionar o carro. Enquanto estava lá sozinho dei comigo a pensar que estar chateado com ele é simplesmente estúpido e sem sentido, mas ao mesmo tempo um sinal de amor, por mais estranho que possa pareçer.

Logo depois, e ainda com o bar vazio, chegou o meu H. Pensava que o bar ainda ia ficar sem clientes durante algum tempo mais, mas estava enganado. Começou logo a encher e a ganhar movimento. De tal forma que tive que chamar a S. para vir mais cedo para me ajudar. Com ela vieram também a outra S. e a F. Assim o meu nino já tinha companhia e conversa. Como já se conheciam, meteram-se logo à conversa, com os portateis à frente e como inicio de conversa.

Não deu para tar muito tempo à conversa com ele. Foi sempre a bulir, mesmo muita gente, muitos putos, mas sempre que podia metia-me com ele. Estava mesmo muito feliz por vê-lo ali. E melhor ainda via-se que se estava a divertir e estava entretido.

Como o trabalho era muito, rápidamente chegaram as 2 da manha, e num ápice conseguimos fechar o bar e limpar tudo. Entretando eles foram compras as bifanas para o ritual dos sábados à noite. Bifanas e Uno (ou como dizem agoras a babes: Aquele jogo onde não deixamos o R. ganhar!).

Depois de enfardar veio tempo de jogar. Adoro o jogo, e apesar de todas as tentativas e conspirações que se faziam, consegui ainda assim ganhar um! Foi divertido e ao mesmo tempo uma tortura.

O meu nino vai perdendo a vergonha e a timidez, e vai dando uma graça de quem verdadeiramente é! E todas já o tratam como um velho amigo. A tortura que foi estar com o meu nino sentado ali, ao meu lado sem nada lhe poder fazer. De vez enquando dáva-lhe um toque nas pernas com os meus pés. E a maneira que ele estava sentado notava-se o enxumaço gigante que tem. Dáva-me uma vontade de apalpa-lo que até me dava comichões de nada poder fazer!

Já passava das 6 da matina quando chegamos a casa. E os corpos já pediam um pelo outro. A roupa voou dos nossos corpos e entregamo-nos a lúxuria! Grande mamada que o meu nino me fez! E um belo cunete que lhe dei. Resultado, soltamos leite que nem uns loucos!!!

Pouco dormimos nesta noite, mas o meu nino acordou cheio de pica e energia. E como não conseguia voltar a adormeçer começou-me a torturar. Ora puxava-me os pelos, ora beslicava-me. Não me deixava dormir... até que cedi e ficamos na brincadeira na cama. Ainda bem que sei os pontos fracos dele. Cossegas e os mamilos sensiveis!!! Nunca falha!!!!

Banho, o almoço no nosso chinês e um passeio na cidade. Não deu para muito mais, mas adorei a tarde. Adorei estar com ele.

Foi um optimo fim-de-semana.

Amo-o muito.

R.

 

Palavras-chave: , , , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 27.10.08 às 18:06link do post | adicionar aos favoritos

25 de Outubro de 2008

 

Depois de conversar-mos e de esclarecer-mos as coisas, fomos jantar. Estavamos os dois esfomeados e já tinha passado a hora de jantar. Fomos ao macdonnalds.

Depois de enfardar-mos um hamburguer, fomos tomar um café. Ainda estava muito tenso o ambiente entre nós, mas com o passar do tempo, e com a conversa no café as coisas começaram a atenuar.

Depois do café fomos até ao bar gay cá do burgo. Até fiquei surpreendido.Sendo quase fim do mês pensava que estaria quase vazio, mas até ficou muito bem composto. Ninguem que me prendesse o olhar, mas pelo menos havia gente.

No final do show dos travecas viemos para casa. Os putos não estavam, e rapidamente nos enfiamos nús na cama. Estavamos com uma tesão brutal. E eu cheio de vontade de lhe fazer um cunete.... e assim foi. Quando me vim, o jacto que saíu foi tão grande que me sujou so lençois.

Ainda ficamos mais um bom bocado a conversar, e depois o meu nino teve que ir embora. Ainda bem que a hora mudou, assim ficamos a conversar mais um bocado.

Amo-o muito. E sinto-me um pouco mal por ter pensado que ele poderia ter estado a testar-me, mas só o pensei porque as concidencias eram muitas.

R.

 

Palavras-chave: , , , , ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds