O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 19.11.08 às 16:40link do post | adicionar aos favoritos

        Resposta para todas as dúvidas e perguntas que o meu H. anda a ter.

        Poderia escrever um autentico tratado, em vez disso escolho colocar aqui uma canção que diz o que sinto de forma cabal.

        Aqui cantada por Jennifer Hudson, uma cantora que adoro.

        H. ouve e lê com atenção!

R.

 

 

Jennifer Hudson - And I Am Telling You (Clive Grammy Party)

 

(Lyrics by TOM EYEN/Music by HENRY KRIEGER)
From the Musical "Dreamgirls"

And I am telling you
I'm not going.
You're the best man I'll ever know.
There's no way I can ever go,
No, no, no, no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
I'm not livin' without you.
I don't want to be free.
I'm stayin',
I'm stayin',
And you, and you, you're gonna love me.
Ooh, you're gonna love me.

And I am telling you
I'm not going,
Even though the rough times are showing.
There's just no way,
There's no way.
We're part of the same place.
We're part of the same time.
We both share the same blood.
We both have the same mind.
And time and time we have so much to share,
No, no, no,
No, no, no,
I'm not wakin' up tomorrow mornin'
And findin' that there's nobody there.
Darling, there's no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
I'm not livin' without you.
You see, there's just no way,
There's no way.

Tear down the mountains,
Yell, scream and shout.
You can say what you want,
I'm not walkin' out.
Stop all the rivers,
Push, strike, and kill.
I'm not gonna leave you,
There's no way I will.

And I am telling you
I'm not going.
You're the best man I'll ever know.
There's no way I can ever, ever go,
No, no, no, no way,
No, no, no, no way I'm livin' without you.
Oh, I'm not livin' without you,
I'm not livin' without you.
I don't wanna be free.
I'm stayin',
I'm stayin',
And you, and you,
You're gonna love me.
Oh, hey, you're gonna love me,
Yes, ah, ooh, ooh, love me,
Ooh, ooh, ooh, love me,
Love me,
Love me,
Love me,
Love me.
You're gonna love me.


O que me dizes?
Por: Ray, em 22.07.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

21 de Julho de 2008

 

            Dormi mal. Mal e pouco. As dúvidas do H. . . Não consegui pensar noutra coisa.

Tentei agir com ele o mais natural possivel, mas na verdade tou mal por dentro. Eu sei que o amo. Amo-o por quem ele é. Como ele é! Começam-me a assaltar pensamentos nada bons. Sendo uma pessoa que não consegue para de pensar e analizar tudo o que me acontence, começo a pensar que ele anda com estas conversas de merda à procura de desculpas para acabar comigo. Para poder viver mais, sei lá.

            O nosso namoro, como ele próprio recolhece tem-lhe aberto os horizontes,  e temo que queira exprimentar coisas que nunca fez, e por namorar comigo não as possa fazer. Entendo. Eu tambem já tive a minha fase em que andei por aí a viver tudo o que me apeticia, sem ter que dar cavaco a ninguem.

            Para complicar tudo isto, o trabalho tambem me traz coisas com que me preocupar.

            O J.M. meu colega anda a cagar-se para o trabalho e responsabilidades que tem. Conclusão, mais sobra para mim. Ele não anda a fazer o que deve, e já nem a equipa de vendas dele o respeita. De facto já nem o podem ver! O que o gerente lhe manda fazer, acabo por ter que ser eu a fazer. Tento faze-lo sem o ger. se aperceber que de facto sou eu, e não o J.M. a fazer.

            Infelizmente nem tudo dá para fazer assim tão discretamente. Ainda hoje por exemplo tive que mander fazer um inventário que era responsabilidade dele, e já o devia ter feito há uma semana. E não foi por esquecimento, fartei-me de falar com ele durante a semana passada sobre isso.

            O problema de lhe ter aberto o inventário, é que fica registado no sistema que fui eu e não ele que o fez. Por outras palavras, o facto de ter sido eu a faze-lo o gerente e a auditoria ficaram a saber que ele não está a fazer o trabalho que é a sua responsabilidade.

            Para piorar isto, sempre que é ele que está de permanencia á loja, a maior parte dos vendedores e quase em todos os problemas que tem, em vez de irem ter com ele, optam por vir falar antes comigo, porque já sabem que ele nada vai fazer para resolver a questão ou o problema que tem. E já me apercebi que mesmo quando está na loja, até a propria equipa de vendas dele, prefere procurar outra chefia em vez dele.

            Preocupa-me por ser amigo dele. E custa-me fazer-lhe isto. É que ao ser eu a fazer o que devia ser feito por ele, estou a passar-lhe um rotulo de incompetente, e que pode parecer que estou a tentar lixa-lo. E não é nada disso.

            Enfim. Acho que ainda vou ganhar uma ulcera nervosa.

            R.

 

Palavras-chave: , , ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Ultimamente:
O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds