O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 01.07.10 às 16:13link do post | adicionar aos favoritos

1 de Julho de 2010


Fez ontem uma semana que oficialmente o H. acabou a relação.

Antes disso e durante quase 15 dias as coisas já não estavam nada bem. Não nos vimos, mal trocávamos sms, e até as poucas que eram enviadas eram num tom seco e sem qualquer tipo de assunto.

Não sei bem que estava a espera, mas numa semana nada mudou. Continuo dorido, sem sentido de direcção, sozinho e sem esperança.

Durmo mal, como mal, sempre com vontade de chorar, sem querer estar com companhia e nada me estimula. Nada!

Na minha cabeça entendo o que ele me disse, as razões para não continuar com esta relação. Os sentimentos dele em relação a mim mudaram. Já não me ama. Não sou mais que um amigo para ele.

Em mim nada mudou. Continuo a AMA-LO com todo o meu coração.

Talvez tudo isto fosse mais fácil se também sentisse o mesmo que ele. Não é o caso.

Fez ontem uma semana que perdi o meu amor. Um amor que sei que era o tal. O grande amor da minha vida.

Perdi o namorado, o amigo, o confidente, o conselheiro, o parceiro de viagens e aventuras.... o futuro. Tudo de uma só vez!

Sei bem que nunca o vou esquecer. Espero pelo tempo que o possa pelo menos ultrapassar e tentar novamente ser feliz.

Sei que a vida continua, mas esta que tinha com o H., que era a única que tinha já não existe. Como se começa uma nova vida????

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 03.11.08 às 16:21link do post | adicionar aos favoritos

1 de Outubro de 2008

 

A festa de halloween correu mesmo muito bem.

A minha abóbora, que embora não fosse a melhor que já fiz, até ficou muito bem, e coloquei-a num sitio onde ficas-se mais realcada. Muitos viram e comentaram. Gostaram!

De resto, mais do mesmo. Muita gente e muita pinga!

A minha constipação não dá sinais de melhora. Pelo contrário. Desde há umas noites que quando saío do bar até venho rouco. E já só ando a beber água à temperatura ambiente.

Hoje fiquei na camita quase o dia todo. Apenas uma saída rápida para o café.

Nem celebrei o meu feriado favorito. Simplesmente adoro este dia. As broas, frutos secos e tudo mais. Defenitivamante os “santos” são a minha época favorita. Mas agora a viver sozinho, sem os docinhos da mamãe, longe do resto da familia e sem meios de trasporte até eles, nem tenho grande vontade de celebrar.

O meu nino também saíu ontem (e hoje também deve sair), e as coisas não andam muito bem entre nós. Não sei bem o que se passa, mas há nuvens negras no horizonte. Vamos lá ver onde é que isto vai dar.

R.

 

Palavras-chave: , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 04.08.08 às 16:45link do post | adicionar aos favoritos

 

4 de Agosto de 2008 – Nem sair, nem ficar.


 

Estou na esplanada do custume.

Hoje trouxe o pc. Foi algo que sempre quis fazer. E agora que tenho o portatil, finalmente aconteceu. Nem foi tanto para poder escrever, mas sim para ver se apanhava alguma rede não protegida à qual podesse aceder e navegar. Apanho muitas, mas nenhuma me dá acesso.... Merda.

É que alem de não ter net em casa, o sítio onde normalmente vou, está fechado até dia 18. definitivamente este país fecha em Agosto. Nunca entendi muito bem porque.

De resto também não há muito mais a dizer. Este fim-de-semana pelo menos, e para ser diferente do que custuma acontençer, eu e o H. não nos chateamos. Ao menos isso.

O meu menino não vem cá hoje. Vai ficar a descansar. Acho muito bem, sei que está mais cansado do que aquilo que me admite. Noto nele muito cansanço, não só fisico mas mental. Um trabalho de dia e outro à noite não é nada facil. Já passei por isso. E poucas horas de sono, não facilitam muito. Tenho saudades dele claro, mas sinceramente acho muito bem ele ficar a descansar. Devia até faze-lo mais, mas sempre que lhe digo isto ele começa logo a pensar que não o quero ver e merdas do genero.

Tou farto de tar em casa e ao mesmo tempo sem vontade nenhuma de estar com alguem. Sei que é estranho, mas é assim.

Sinto-me um falhado, e não quero encarar ninguem. Mas as paredes do meu quarto parecem cada vez mais apertadas. A tv não me diz nada, o calor que está, a pedir passeios e tardes na esplanada a conviver.... mas a frustração que sinto impede-me de sair. Isso aliado ao facto de não querer sair muito por causa dos filmes que o meu nino também faz de vez em quando, me fazem ficar por casa. Simplesmente não quero que ele stresse.

Assim passo os meus dias, de casa para a esplanada tomar café, e de volta a casa. Duas ou tres vezes por dia, e agora quem sítio tenho para ir a net, nem razão tenho para ir até á cidade. Cigarro atrás de cigarro.... merda, mesmo uma merda.

Mas a minha vida sempre assim foi. Nem sei porque é que eu me atrevo ainda a pensar e a sonhar diferente.

 

 

R.


Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds