O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 14.07.10 às 16:41link do post | adicionar aos favoritos

13 de Julho de 2010

 

No domingo vim de novo quase todo o caminho do bar para casa a chorar. Não consegui evitar. Foi mais forte que eu. E tudo por causa de algo que descobri.

Da mesma forma que eu também já o fiz, o H. também já criou um perfil no gaydar...

Claro que tem todo o direito de o fazer. Assim como eu o fiz. Mas ainda assim me doeu. Imagino que da mesma forma lhe tenha custado a ele descobrir o meu perfil. Foi assim que vi que ele já estava lá. Ele visitou-me por assim dizer. Embora ele não tenha foto de cara, reconheceria aquele corpo em qualquer sítio. E se duvidas houvesse o fio que ele tinha foi comprado comigo.

A primeira reacção que tive foi a de susto, de culpa e vergonha. Por ter sido “apanhado”. Quase como se tivesse sido apanhado a trai-lo. O que não faz sentido. Afinal já não temos uma relação. Mas foi isso que senti. Depois instalou-se o desespero e o ciúme. Foi assim que me senti a noite toda. Acabando comigo a chorar desde o bar até que por fim adormeci.

 

“On my own” Les Miserables.

 

 

 

 

R.


O que me dizes?
Por: Ray, em 01.07.10 às 16:13link do post | adicionar aos favoritos

1 de Julho de 2010


Fez ontem uma semana que oficialmente o H. acabou a relação.

Antes disso e durante quase 15 dias as coisas já não estavam nada bem. Não nos vimos, mal trocávamos sms, e até as poucas que eram enviadas eram num tom seco e sem qualquer tipo de assunto.

Não sei bem que estava a espera, mas numa semana nada mudou. Continuo dorido, sem sentido de direcção, sozinho e sem esperança.

Durmo mal, como mal, sempre com vontade de chorar, sem querer estar com companhia e nada me estimula. Nada!

Na minha cabeça entendo o que ele me disse, as razões para não continuar com esta relação. Os sentimentos dele em relação a mim mudaram. Já não me ama. Não sou mais que um amigo para ele.

Em mim nada mudou. Continuo a AMA-LO com todo o meu coração.

Talvez tudo isto fosse mais fácil se também sentisse o mesmo que ele. Não é o caso.

Fez ontem uma semana que perdi o meu amor. Um amor que sei que era o tal. O grande amor da minha vida.

Perdi o namorado, o amigo, o confidente, o conselheiro, o parceiro de viagens e aventuras.... o futuro. Tudo de uma só vez!

Sei bem que nunca o vou esquecer. Espero pelo tempo que o possa pelo menos ultrapassar e tentar novamente ser feliz.

Sei que a vida continua, mas esta que tinha com o H., que era a única que tinha já não existe. Como se começa uma nova vida????

R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 25.07.08 às 15:29link do post | adicionar aos favoritos

24 de Julho de 2008

 

            Nem sei muito bem como começar este post....

            Fui trabalhar, hoje estava a fazer o turno da tarde. Cheguei e como sempre fui cumprimentar o gerente. Ele de cara seria disse-me que precisava de falar comigo, mas não na loja, e convidou-me para sair e ir tomar um café. Achei estranho, e vi logo que era algo grave, mas não estava nada a espera do que foi falado.

            Chegamos, pedimos café e sentamo-nos.

            Resumindo a conversa: O meu contrato de trabalho não vai ser renovado.

            Ou em bom português: - Fui despedido!

            Apartir de amanha já não vou trabalhar.

            Ainda tentei acabar o dia. Não consegui. Já não tinha coragem nem disposição para lá estar mais. Falei com o gerente, entreguei as chaves da loja, e basei a meio da tarde.

            Foda-se!

            R.

 

Palavras-chave: ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory