O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 24.05.09 às 19:35link do post | adicionar aos favoritos

            23 De Maio de 2009

 

            Acabei de chegar da discoteca.

            Ao final da tarde saí de casa para ir comprar algo para o jantar. Antes de ir à mercearia, fui tomar um café na pastelaria do costume. A tal dos quais os donos são também um casal gay. Na conversa com eles, quando lhes disse que tinha que ir ás compras para o jantar, convidaram-me para jantar com eles ali na pastelaria. Aceitei. Gostei do gesto e da conversa durante o jantar.

            Embora me conheçam há pouco tempo já me tem como confidente. Falamos de alguns dos problemas que tem, da família etc. e tal.

            Eu devo ter cara de padre. Já não é a primeira vez que noto que á vez, ora um ora outro desabafam comigo. Ora de algumas frustrações que tem, ou do trabalho.... Acho que se está a criar uma bela amizade. Depois do jantar, fiquei por lá! Também não tinha nada para fazer em casa. Ali pelo menos me entretinha ou a falar ou a ler uma revista ou jornal.

            Já no final da noite, quase a fechar convidaram-me para ir à discoteca com eles. Apercebi-me que não seriamos só os três. Uma moça que trabalha lá também viria. Depois de falar com o meu nino, aceitei. Apenas porque não seriamos só eles e eu.

            Embora tenha prometido a mim mesmo que não o faria tão depressa, acabamos por ir para a horta da fonte. Até me diverti. Não ficamos muito tempo, mas foi engraçado. Embora haja flirt entre nós, nada que seja sério ou perigosamente real.

            Foi giro, mas faltou-me o essencial. O meu H. sentia-me estranho sem ele por perto. Mas é bom saber que a nossa relação permite noites como esta.

            R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 24.05.09 às 19:35link do post | adicionar aos favoritos

            23 De Maio de 2009

 

            Ontem e hoje estive de folga. Como não estava mesmo nada a espera que acontecesse, eu e o meu não fizemos grandes planos juntos. Conclusão:

            Eu de folga, sem nada para fazer ou sítio para ir, e o meu nino com uma série de coisas que planeou fazer lá na terrinha dele por pensar que eu não estava de folga!

            São as voltas da vida. Infelizmente não sei quando terei outro fim-de-semana tão depressa! Ainda bem que o tempo não está bom. Assim pelo menos não puxa para fazer nada!

            R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 18.05.09 às 19:52link do post | adicionar aos favoritos

15 de Maio de 2009

 

Não tinha grandes planos para estes fim-de-semana. O mano do meu nino vinha estes dias, e o como tal o H. não deveria vir poder passar muito (ou mesmo nenhum tempo) comigo. Mas felizmente não foi assim.

Apareçeu aqui na sexta-feira e ficou. É sempre tão bom estar com o H. Mesmo quando não temos nada planeado.

Como tinha que trabalhar ele foi sempre comigo para o bar. Como as babes também vão sempre acaba por se divertir e estar entretido, ora a conversa, ou a jogar Uno ou mesmo no vicio do Travian!

No sábado foram ao bar duas pessoas que nunca esperei ver por lá!

O dono da pastelaria e o companherio. O tal que nos andou a fazer flirt há um tempo. Foi engracado. Desta vez eram eles os clientes! Já para o final da noite, quando já estava mais fraco, consegui ficar um pouco à conversa com eles. O companheiro que até então era o mais calado começa a soltar-se e a falar mais. Acho que temos um novo casal amigo. Eu e o H. sentimo-nos muito à vontade quando vamos lá a pastelaria. Ficamos frequentemente à conversa com eles, juntos ou apenas com um deles.

De resto o fim-de-semana foi sem grandes acontecimentos..... a registar apenas algo na sexta-feira à noite.

O meu nino não estava a sentir-se mutio bem por causa das alergias e saiu mais cedo do bar para vir para casa. Quando cheguei mais tarde, estava ele na caminha, e notei que antes disso, mudou os lençois, e como estava sem nada para fazer decidiu lavar o chao da casa.lol

Quando me deitei a seu lado, so me disse: “Estou todo lavadinho”. Foi a deixa para lhe fazer um daqueles cunetes que nos levam os dois ás núvens!

R.

 

Palavras-chave: , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 13.05.09 às 20:02link do post | adicionar aos favoritos

            11 de Maio de 2009

 

            O meu nino anda numa de me fazer surpresas.

            Na sexta-feira à tarde apareceu muito antes da hora do custume. Tirou a tarde de folga e veio logo para cá. Gostei. Foi um fim-de-semana fantástico. Namorar e namorar!

            R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 06.05.09 às 19:40link do post | adicionar aos favoritos

           3 de Maio de 2009

 

            Depois de uma noite de sábado na da fácil de aguentar, não tanto pelo movimento no bar, mas sim pela falta de presença do H. a noite acabou com uma revelação para mim.

            Para não variar muito quando o meu nino não está comigo e está na night com os amigos demora eternindades a responder as minhas sms, e o que me deixa mesmo desostinado é nem sequer prestar muita atenção à pouca conversa que tento manter com ele nas sms.

            Para finalizar esta noite recebi uma sms dele que me deixou de boca aberta. O meu nino quer ter uma “vida quando não está comigo.” Concluo que a demora em responder as sms, e o facto de evitar responder ao que lhe pergunto estão ligados a este facto.

            Finalmente disse o que lhe ia na alma. Assim já consigo lidar com isto. Faço algumas alterações eu e tudo volta a entrar nos eixos. Quando não está comigo enviar-lhe-ei menos sms, não entrarei em stress por ele demorar a responder, e muito menos lhe farei perguntas do genero: - que fazes? Ou: -com que te distrais?

            Se isto vai evitar andar-mos a sempre picados e chateados quando não estamos juntos, então que seja.

            R.

 

Palavras-chave: , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 06.05.09 às 19:39link do post | adicionar aos favoritos

            30 de Abril de 2009

 

            O meu nino apareceu hoje aqui de surpresa.

            Ontem e hoje teve em formação já não sei bem onde, e como era longe de casa acabou por ficar por lá. Com as aventuras dele como costume, até fiquei admirado de não se ter perdido. Não vale a pena relatar aqui tudo o que lhe aconteceu, é só dar um saltinho ao blogue dele para o ler.

            Desta vez sim. Conseguiu-me fazer uma surpresa. Ligou-me já estava à porta de casa. Gostei. Fiquei admirado porque apenas o esperava amanha. Mas foi muito bom. Assim podemos passar o resto da noite de hoje e o feriado de amanha juntinhos.

            R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 15.04.09 às 20:33link do post | adicionar aos favoritos

      9 de Abril de 2009

 

      Os dias quando estou com o meu nino pareçe que passam mais depressa, que o dia tem menos horas.

      Os dois dias passados nem dei pelo fim deles. Certo que todos eles dormimos até bem tarde. As noites do bar tem tido muito movimento, mas com a companhia do meu nino lá até parece que o tempo voa.

      Na segunda-feira tinhamos falado em irmos ainda esta semana ao Campera, mas como andamos a preguiçar estes dias, só hoje, no último dia juntos é que realmente lá fomos.

      Acordamos cedo, e para pequeno almoço fizemos panquecas. Descobrimos no Jumbo um preparado ao qual só é necessário acrescentar leite. Fiz uma calda de morangos frescos para acompanhar e estavam mesmo muito boas. Eu pelo menos gostei. Depois do banho a dois, rápidamente estavamos no café e enfiamo-nos no carro com direcção ao Carregado.

      Como sempre nas nossas idas pela A1 tivemos que parar na area de serviço de Aveiras. Apenas pelo gozo de ver quem por ali anda no engate. Acabamos por não ver ninguem, mas acho engraçado. O meu nino está sempre a dizer que não gosta, mas até é ele o primeiro a correr para lá, e no final de mijar-mos e de estarmos prontos para ir embora, se algum gajo bom entra no wc, ele tem que lá voltar só para ver.

      No Campera acabei por não comprar nada. Ando mesmo a precisar de comprar calças de ganga, mas ainda não foi desta. As que gostava eram demasiadamente caras para o meu orçamento, as mais baratas não tinham ponta por onde pegar. Enfim.... o custume. O H. é que não tem problemas desses. Acabou por comprar roupa.

      A caminho de casa, ainda tivemos que parar na area de serviço novamente, e novamente não se viu nada de nada.

      Depois do jantar, cada qual foi para o seu lado. O meu nino tinha que ir para casa, tratar do gado (é assim que chamo ás suas cadelas) porque os pais não iam lá estar e eu fui para o bar.

      Foram uns dias absolutamente fantásticos. Acho que pelo que já vivemos e pelo tempo que já passamos juntos, dá para ver que podemos viver juntos. Somos feitos um para o outro.

      R.

 

Palavras-chave: , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 13.04.09 às 20:17link do post | adicionar aos favoritos

      6 de Abril de 2009

 

      O meu irmão conseguiu uma entrevista de trabalho, mas a sede da empresa é em Setubal. Por estar sem carro pediu ao H. que fosse com ele lá e como eu conheço razoavelmente bem aquelas bandas acabei por ir também. E ainda bem que fui, senão a esta hora ainda por lá estavam a procura da dita empresa.

      Enquanto o meu irmão estava na entrevista eu e o meu nino tentavamos nos entreter. Mas não havia muito para ver ali. Como era na zona industrial de Setúbal a única coisa em que podiamos entrar e passar algum tempo era mesmo uma florista. Seca!!

     De repente e enquanto estavamos na estufa deu-me uma dor de barriga daquelas! Acho que fiquei de todas as cores. Não sei se foi do Macds que comemos à pressa, se foi do café que tinha acabado de beber num café de beira de estrada, mas estava mesmo com a tripa a rebentar. Enquanto via se encontrava um wc, a vontade passou. Ainda bem, porque não encontrei sítio para usar. Rumamos a pé de novo para perto do carro.

      Logo que chegamos ao carro, a vontade voltou. Mas desta vez ainda maior que antes. Estava a ver ia borrando as calças! Sem mais sítio para ir, foi mesmo ali. Aprorveitei um lote ainda em fase de aterro, e foi mesmo ali, atrás de um muro. Se tivesse baixado as calças um minuto depois teria sido tarde demais. Há muito tempo que não aliviava a tripa na natureza. O meu nino só se ria. E ainda tirou fotografias!

      Depois da entrevista e já a caminho de casa ainda paramos para dar uma voltinha no Forum Monijo.

      Chegamos e pouco tempo depois já tinhamos jantado e estava de novo no bar.

      Antes de adormecer-mos e já na cama com a luz apagada, o meu nino sem querer deu-me um valente linguado na narina. E ainda demorou uns segundos até ele perceber o que estava a fazer. Foi um fartote de riso.

      R.

 

Palavras-chave: , , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 13.04.09 às 20:15link do post | adicionar aos favoritos

       5 de Abril de 2009

 

      Com a longa noite de ontem, hoje ficamos em casa o máximo de tempo possivel.

Dormimos até tarde, levantamo-nos apenas para ir ao café e ficamos na ronha na

cama. Sabe tão bem fazer isto, simplesmente estar com o meu nino sem preocupações.

      Como queriamos estar o máximo de tempo na camita, em vez de sairmos para jantar por aí, mandamos vir telepizza. Enquanto esperavamos que chegassem entregamos-nos aos beijos e carinhos, e rápidamente estavamos os dois de pau teso. Nem demos pelo tempo passar e derrepente a campainha da porta toca. Dei um salto e só tive tempo de procurar uns boxers e novamente a campainha tocou.

      Abri a porta com o pau meio teso dentro dos boxers que quase nada conseguiam disfarçar. E por mais que tentasse me esconder atrás da porta, o gajo que entrega as pizzas percebeu bem o estado do meu zézinho. Mas confesso que eu nem estava envergonhado. O gajo evitava olhar para mim. Ou olhava para o chão, ou para o tecto, mas para mim nunca. Coitado. Acho que ficou mesmo embarassado.

      Comemos as pizzas a falar nisso e a rirmo-nos!

      Chegou a hora do trabalho e depois de um banho rápido lá fomos os dois. É engraçado ir para o bar com o meu nino. Amo-o muito e adoro estar com ele em todas as situações. Como estamos em periodo de férias escolares o bar tem andando com um movimento muito bom e como tal não tinha muito tempo para passar como o meu nino. Mas como estavam lá as babes, ele mantinha-se entretido, ora a conversar, ora a jogar uno.

      Já na cama acabamos o que tinhamos começado antes de sermos interrompidos pelo homem das pizzas.

      Foi um bom domingo.

      R.

 

Palavras-chave: , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 13.04.09 às 20:14link do post | adicionar aos favoritos

      4 de Abril de 2009

 

      O meu nino começou as férias ontem e veio ter comigo hoje.

      Como estava a trabalhar veio directo para o bar. Foi engraçado. Logo que ele chegou, as babes também chegaram e meteram-se logo a jogar uno. E eu a trabalhar que nem um mouro e cheio de inveja de não estar também a jogar. Mas a vida é assim. Pelo menos podia ir olhando para ele. E com aqueles olhares de complice partilhavamos sentimentos e pensamentos sem nunca dizer uma palavra.

      Até mesmo quando eu ou ele queriamos que o outro apreciá-se uns gajos que estavam lá no bar, através do olhar conseguiamos comunicar isso. Foi engraçado.

      Depois do bar fechar, e como já há um tempo que as babes falavam nisso, decimos ir a uma discoteca numa cidade aqui perto. Fomos até à HORTA DA FONTE. E acabei por não me divertir muito.

      Quando lá chegamos aquilo estava mesmo cheio. Para mim até demais. Não gosto muito de apertos. Mas enfim, como o meu nino e as miudas estavam a gostar, também não ia estragar o ambiente.

      Depois de dar uma volta completa ao espaço, lá encontramos um sítio com algum espaço para estarmos. Não aguentei ali muito tempo, a música não me dizia nada, e fui para a pista de house, é mais a minha onda. Eles seguiram-me. Mas como a música começou a ficar muito pesada para eles, lá dei a mão a torcer e fui com eles para a pista de música mais comercial. Assim que passamos a porta, o meu nino perdeu a vergonha e começou logo a dançar. Acho que nunca o tinha visto dançar tanto.

      Como não estava virado para as danças ia vendo o que por ali andava. Alem da geração “cogumelos com açucar” havia lá cada gajo podre de bom.... deu bem para lavar as vistas.

      O serviço de bar na discoteca é que deixa muito a desejar. Mesmo muito mau!

      As gajas que estão a trás do balcão estão mais interessadas em dançar e mostrar as mamas que própriamente em servir bebidas. Valeu-me um dos barman que de facto sabia estar num balcão. Mas quando fui pagar é que me apercebi que o tal gajo numa das vezes que lhe pedi uma imperia registou no cartão uma gim. Passei-me mesmo.

      Como o cansanço apertava viemos para casa. Antes ainda fomos buscar umas bifanas para compor o estomago.

      Antes de adormeçer eu e o meu nino ainda tirámos o leite um ao outro.

      R.

 

Palavras-chave: , , , , ,

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Quem por aqui andou:
eXTReMe Tracker
Blog Flux Directory
subscrever feeds