O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:31link do post | adicionar aos favoritos

13 de Julho de 2008

 

            Fim da melhor semana que desde há muito me lembro de ter.

            Conseguia-me habituar a isto. Ter sempre o meu amor ao meu lado.

            Ele foi ter comigo à hora de almoço, comemos juntos e ele foi para casa.

            Quando cheguei a casa, tinha uma rosa vermelha e um bilhete de amor. Por cima da nossa cama uma placa feita de cartão, com uma flor feita de cera (o meu nino é tão habilidoso) a dizer: “ o nosso ninho de amor”. Fez-me chorar!

            Quero mais. Amo-o!

            R.

 

Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:30link do post | adicionar aos favoritos
12 de Julho de 2008 Acordamos e o tempo estava uma merda. Mas como tinhamos planeado ir até a praia, despachamo-nos e lá fomos. Chegamos a praia dos Salgados, para mais uma sessão de nudismo, e o tempo continuava muito encoberto e com vento. Quase ninguem no areal. Ainda assim fomos até a zona onde poderiamos fazer o que lá nos levou. Encontramos uma pequena duna que nos abrigava do vento e tiramos a roupa. Deitadinhos até se tava muito bem. Alem de nós, só lá estava um outro gajo, com uma bela pila por acaso. O H. parecia electrico. Enquanto eu me entretia a ler uma revista, ele andava para cima e para baixo nas dunas de “engate”. E não é que quase que engatou o gajo! Sempre que o H. se levantava o outro levantava-se ou metia-se a olhar para ele. Quando subia a duna, o outro ia tambem. Inclusivé passava perto dele e sorria. Quando eu subia a duna, o outro nada. Até que depois de muito anda anda, olha olha, espreita espreita, numa das vezes que o H. subiu a duna, o outro foi falar com ele. Basicamente a perguntar se queriamos brincadeira a três. Mal fez a proposta, o meu amor disse que ia falar comigo e depois lhe dizia alguma coisa. Mas mal chegou perto de mim, o outro começou a arrumar as coisas e basou. Acho que foi o melhor. Nunca tinha pensando em ter uma coisa a três com o meu H. Como já o fiz mais que uma vez, sei bem o que é. Mas acho que o meu homem tem alguma curiosidade. Mas tambem nunca mais falamos sobre isso. Enfim..... Como o tempo estava mesmo uma merda, e a unica pila que podiamos apreciar foi embora, decidimos tambem bazar, fomos até a Nazaré. Passeamos bastante, apreciando as pernas e enchumaços que por ali andavam. Acabei por fazer uma tattooagem no braço. Mas foi uma daquelas tipo enna. Como quero fazer uma definitiva, assim vejo se gosto do sitio e se não me vou cansar dela. Acabamos por jantar no chines, mas não gostamos muito. O nosso chines aqui é que é bom! Rumamos de volta para a nossa cidade, e acabamos por ir a casa do meu irmão beber umas caipirinhas, e de finalmente caminha, claro que tivemos que os despejar antes de dormir! R.
Palavras-chave: , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:24link do post | adicionar aos favoritos
11 de Julho de 2008 Hoje fomos até Lisboa. Gastar dinheiro. Fomos directos ao Ikea, comprar umas coisinhas aqui para casa. O principal foi mesmo o edredon para a cama. Finalmente tenho uma cama de casal, e estava a precisar de comprar roupa para ela. E algo extraordinário aconteceu naquela loja: Desta vez foi o H. a roubar-me um beijo no meio da zona das capas para lençois! Fomos almoçar ao Colombo. Comida mexicana! Acho que o meu nino não gostou muito, mas eu adoro. Deixamos o carro na catedral do consumo, e rumamos via metro até à baixa. Demos uma longa volta pelas ruas da cidade, Rossio, rua Augusta, Terreiro do Paço, Chiado, e uma bebida no café do coliseu e de volta para o Colombo - Os saldos aguardavam por nós! Dois polos da Quebra Mar. Not bad! R.

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:18link do post | adicionar aos favoritos

10 de Julho de 2008

 

            Fim da minha semana de trabalho.lol.

            Esta semana por causa das folgas rotativas, calhou só ter que trabalhar 3 dias entre folgas.

            Do trabalho nada de mais para dizer. Apenas que me esfalfei para ter todo o trabalho de uma semana feito em 3 dias, e a correr para poder sair a horas para vir ter com o meu nino que estava a seca aqui em casa.

            Passamos as noites juntos. Tudo em conjunto. E aprendi que o meu H. não gosta de Tortilhas. lol.

            Amanha e depois vamos passear.

            Tou deserto.

            R.

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:08link do post | adicionar aos favoritos

6 de Julho de 2008

 

            Hoje acordamos mais tarde do que planeado. Mas soube tão bem dormir ao lado deste homem que tanto amo!

            Tinha-mos pensando em ir cedo para Lisboa, dar uma volta na baixa, mas com acordamos bem depois do meio dia, entre tomar banho e ir comer algo à cidade, rapidamente as 15h bateram.

            Quando chegamos ao centro da cidade, notamos que as ruas e o centro comercial estavam ás moscas. O meu H. começou a dizer (por tudo e por nada) que o  pessoal tinha ido todo para o parque das nações. E tanta vez disse isto que acabamos mesmo por ir para lá!

            Rumamos para lá, e depois de meia hora a tentar estacionar, e o primeiro lugar que encontramos foi junto à quinta das larangeiras (o qual não é lugar muito aconselhavel), lá nos tivemos que pisgar dali, e finalmente enfiamos o carro no parque da estação do oriente, lá chegamos ao Vasco da Gama. Tava lá o carmo e a trindade!

            Depois da voltinha do custume pelas lojas do custume, fomos para a rua. Depois de muito palmilhar, o H. resolveu e insistiu para irmos andar no teleférico. Lá acedi, como nunca tinha andado, até achei que ia gostar.

            Entramos junto ao Oceanário. Mal comecamos e assim que a cabine chegou ao primeiro poste de apoio, o vento que estava forte abanou a cabine. Quando olhei para o H. ele tava branco. Nem se mexia. Parecia estar em panico. Ainda o tentei distrair, mas ele nem olhava para lado nenhum. lol. Consegui roubar-lhe uns poucos beijos, mas nem isso o animou. Embora tivessemos comprado bilhetes de ida e volta, tivemos que sair junto à torre Vasco da Gama. Ele não aguentava a volta. Ainda a porta não tinha aberto e já ele tava estava de pé para sair. Coitadinho do meu amor.

            Como tinhamos pensado em ir ao oceanário (ou como eu lhe chamo o PEIXANÁRIO), tivemos que nos arrastar a pé de novo para a outra ponta do parque. A caminho passamos pelos jardins e aqui e ali, lá ia mais um beijinho.

            Ao chegarmos a bilheteira, ainda tivemos que esperar um pouquito e quando finalmente foi a nossa vez, não me lembro o que disse a miuda que nos atendeu, mas começou a rir de tal maneira que mal conseguiu fazer o troco.

            Gostei da visita. Nunca lá tinha estado, e como não havia muita gente (nem visitas de estudos de putos aos berros) , por estar com o meu amor e em tudo o que foi cantos escuros davamos um beijinho, foi bom! É maior do que pensava e a visita está muito bem estruturada. Fiquei, como provavelmente quase todas as pessoas que lá vão, com o tanque central.

            Depois da visita, de um lanche rápido e mais uma voltinha pelo centro comercial, eram horas de jantar. O H. sugeriu o indiano que há ali perto. Eu só tinha comido uma vez no Indiano, e claro que queria ir. Adoro exprimetar comida de outros paises. Então lá fomos. Ficam aqui as fotos do dia.

            Sempre quis fazer um dia assim. E finalmente tenho na minha vida alguem para o fazer. Sou mesmo muito feliz com o meu amor.

            R.

 

Palavras-chave: , , ,

O que me dizes?
Por: Ray, em 17.07.08 às 15:05link do post | adicionar aos favoritos

5 de Julho de 2008

 

            O primeiro dia de férias do meu lindo. Eu estou de fim-de-semana.

            Fomos à praia. Ele chegou a meio da manha, tomamos café e seguimos em direcção ao oeste. Almoçamos nas Caldas da Rainha e fomos logo para a praia. Para a praia dos Salgados – A minha predileta!

            Gosto desta praia por várias razões. Ainda é bastate isolada, enorme, o cenário é lindo, e tem uma zona para nudismo, que ainda por cima é uma zona gay.

            Já lá tive belas curtes, mamadas e fodas. Não houve vez nenhuma que tivesse ido lá sem que viesse com eles despejados. A pior parte é mesmo chegar até aquela zona. Do parque de estacionamento até à zona onde podemos estar à vontade são mais de 10 minutos a pé pelo areal , ou pelas dunas.

            Mas esta distancia permite estarmos a vontade, quer para estarmos nús, quer para engatar e foder.

            O H. Nunca tinha feito nudismo, e acho que gostou. Eu adoro, e desta vez ainda mais. Afinal estava com ele! Percebi que no principio ele até estava nervoso, e intimidado, mas rapidamente passou. Ainda se viu umas pilas a passar para tráz e para a frente, e nós os dois ainda nos mamámos e acabamos por bater uma punheta, ali mesmo na praia, e para meu espanto, ele veio-se mais rapidamente que eu.

            Chegámos e depois do banho e jantar ainda fomos beber um copo num bar aqui da cidade.

            Depois, e após tanto tempo, finalmente dormimos juntos. Já tinha tantas saudades disso. Dormir juntinho de quem mais amo!

            Claro que antes teve que haver leite. Segundo o H. os dois Artic de melão que bebi no bar, deram-me inspiração para lhe fazer um dos melhores broches de sempre. Eu acho que foi só da tesão que é ter um homem como o meu H. ao meu lado e na minha vida.

            R.

 

Palavras-chave: , , , ,

Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
23
24
26

27
28
30


O que procuras?
 
subscrever feeds