O meu nome é Ray,e sou gay. Este será um blog sobre “as coisas vulgares que há na vida”. Na minha vida! É um blog para maiores de 18 anos. Para todos aqueles que tem alguma curiosidade sobre a vida e pensamento gay.
O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

11 de Agosto de 2008

 

      Saí da toca hoje.

Tá um tempo mesmo fresco, ideal para dar uma volta nesta cidade. Aproveitei para vir por on-line todos estes post que já se acumulavam no pc.

      Antes de vir até a biblioteca, e ao passar em frente do shopping lembrei-me que  no sábado quando fui lá jantar reparei que estava lá uma feira de artesanato .

      E lá fiquei bastante confuso.

      Apercebi-me que os produtos (a maior parte era mesmo tralha) que se vendiam nas bancas dos diversos países sao os mesmos. As pulseiras, aneis, bolsas, carteiras, e merdas afins, são iguais no artesanato do Perú, Equador, Nepal, Africa do Sul, Brasil, Egipto e etc. Todos made in china! Até no artesanato já se sente a globalização.

      Mas o que verdadeiramente me surpreendeu foram as pulseiras e relogios feitos de côco na banca do Nepal. Há Coqueiros no Nepal??????????? Deve ser por causa do aquecimento global.

      R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

10 de Agosto de 2008

 

      Dez meses de namoro.

      É domingo e estou sozinho.

      Nem vou dizer mais.

      Amo-te muito H. Fazes-me muito feliz!

      R.

 

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

9 de Agosto de 2008

 

      Hoje sai da toca.

      Logo no final da hora de almoço o meu mano mandou-me uma sms a convidar-me para um café. No final de pensar, decidir e despaxar-me já cheguei a casa dele já passavam das 16h.

      Alem do mano e chunhada estava lá um amigo deles. O P. Conheci-o há uns meses num concerto aqui na cidade. Na altura ele namorava com a C. a minha loira. Ainda o voltei a ver mais uma vez, num jantar na casa do meu irmão ao qual foi com o H.

      Nesse jantar, a determinada altura, o P. começou a mandar piadas e bocas sobre gays. Eu e o meu irmão  começamos a picá-lo e a puxar por ele, ajudando nas piadas. Só para ver até onde ele ia. Sei que ele não o fazia por mal, aliás ele nem sabia que eu e o H. eramos gay. Mas achei-o um pouco homofóbico.

      Mas voltando a esta tarde, ainda ficamos lá em casa um bom bocado. O meu irmão e o P. a tocar guitarra, e eu e a minha cunhada a jogar on-line e a cantarolar. Mas finalmente lá fomos para o café, numa das esplanadas mais badaladas cá do burgo e umas das minhas favoritas também.

      Ora palavra puxa palavra, conversa para aqui, conversa para ali, e o assunto foi parar aquele jantar. O meu irmão e cunhada já tinham falado com ele e já lhe tinham dito que eu era gay, e como tal ele queria pedir desculpa pelas piadas que tinha mandado. E mais, ele naquele dia ficou com ciúmes de mim. Porque se apercebeu da grande complicidade que eu e a C. temos. Disse-me hoje que ficou com ciúmes porque eu tinha a presença, o “parlapié” e falinhas mansas, pareceu-lhe que estava a fazer “flirt” a namorada dele. E depois quando soube que era gay, sentiu-se um tolo.

      A determinada altura, já no final da tarde, começei a notar nas sms do H. que algo se passava. E assim que lhe disse que me estava a vir embora e que vinha a pé, então é que foi cada vez mais obvio que se passava algo. O H. já estava a fazer filmes por eu estar na cidade sozinho.

      Ainda fui jantar ao shopping , mas saí de lá o mais depressa possivel, porque nas sms do H.  notava-se cada vez mais como ele estava.

      Só quando chegei a casa é que ele finalmente deu a mão à palmatória e me confirmou o que eu já tinha percebido há algumas horas. Que de facto não estava bem e que tinha andado a fazer filmes.

      Hoje até estava animado. Até me estava a apetecer sair um pouco à noite..... mas assim não.

      Nem devia ter saído esta tarde.

   R.

 

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

8 de Agosto de 2008

 

      Não se surpreendeu assim tanto.

      Houve um ponto ou outro que gostei, mas continuo a gostar mais da cerimonia de abertura de Atenas. Gostei do quadro inicial dos tambores.

      Anyway......

      O meu H. veio cá hoje. Cheirava tão bem..... o mesmo perfume que tinha quando o conheci.

      Ficou o cheiro dele na minha almofada. Amo-o mesmo muito.

            R

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

8 de Agosto de 2008

 

      Não é uma capicua, mas não deixa de ser um número/data engraçada e algo invulgar.

      Hoje começam os jogos olimpicos. Estou ansioso por ver a cerimonia de abertura. Adorei a abertura dos jogos de Atenas, e espero que este a supere. Afinal é Made in China!

      Vai começar daqui a nada.

      R.

 


O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

7 de Agosto de 2008

 

      Ontem à noite sonhei algo que me perturbou.

      Sonhei que o meu H. me escondia algo. Não sei o que. Nem sei porque tal sonhei, mas foi um daqueles sonhos. Um daqueles que são quase prenominações. Agora à minima coisa extranha, fico logo com a pulga atrás da orelha. Pelo menos até me esqueçer do sonho.

      Detesto quando tenho este tipo de sonhos.

      Vi com algum espanto a situação do roubo/ sequestro do banco em Lisboa. Tvs em directo, policias e tiros. Que moderno.

      Hoje o meu nino não pode vir cá. Teve que mudar a morada da carta de condução e ainda não tem a guia que a substitui.

      De resto mais do mesmo. Nada.

      R.

 

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

7 de Agosto de 2008

 

            Pequenas coisas sobre mim:

 

  1. Sou fã dos Simpsons;
  2. O meu prato favorito é ervilhas com ovos escalfados;
  3. Detesto cabrito;
  4. Salame de chocolate, mousse de chocolate e gelatina põe-me doido;
  5. Sou viciado em coca-cola. Bebo mais que água.
  6. O meu heroi é o Homer Simpson;
  7. O meu numero favorito é o 7
  8. Não tolero atrasos;
  9. Sou daltónico a grande parte dos verdes e azuis;
  10. Fiz dança de salão durante 7 anos:
  11. Fiz teatro durante alguns anos;
  12. Tenho asma;
  13. Uso um anel (nem sempre o mesmo) desde os 14 anos;
  14. Tenho 2 piercings e uma tattoagem, e quero fazer outra;
  15. Adoro ler, tenho montes de livros;
  16. O meu autor favorito é o José Saramago;
  17. Sou doido por música; Da classica até heavy metal;
  18. Detesto os Tokyo hotel e os morangos com açucar;
  19. O meu compositor favorito é Mozart;
  20. “Creep” dos Radiohead e “bohemima Rapsody” dos Queen são das favoritas;
  21. Preciso de dormir bastante;
  22. Gosto mais da noite do que o dia;
  23. Falo fluentemente 3 linguas;
  24. Raramente me surpreendo;
  25. Entretenho-me facilmente;
  26. Só o humor non-sense e britcom me fazem rir à gargalhada;
  27. Adoro trovoadas;
  28. Derreto-me sempre com cães;
  29. Infelizmente fui levado a acreditar no oculto;
  30. Não tenho côr politica;
  31. Neste momento da minha vida sou agnóstico;
  32. Sou impaciente, impulsivo, curioso e prestável;
  33. Prefiro café Buondi, a qualquer outro;
  34. Fumo Camel ou Águia;
  35. Prefiro a cidade ao campo;
  36. Tenho pavor de aranhas;
  37. Gosto dos meus olhos e lábios;
  38. Amo e entreguei-me ao H. como nunca pensei acontecer;
  39. Adoro farinheira;
  40. Prefiro dar que receber;
  41. Sou orgulhoso;
  42. Já passei fome. Mais que uma vez;
  43. Sei e gosto de cozinhar, embora raramente o faça;
  44. Detesto casas de banho frias, bem como banhos frios;
  45. Adoro andar nú;
  46. Sempre que posso ando sem boxers;
  47. Odeio palhaços;
  48. Gosto de jogar Uno;
  49. Tenho uma boa cultura geral;
  50. Já fui acompanhado por um psicologo;
  51. Já me deram dinheiro depois de uma foda;
  52. Dificilmente confio em alguem;
  53. Não gosto muito de crianças;
  54. Raramente me lembro de nomes e caras;
  55. Mas tenho uma memória fantástica para todos os outros promenores;
  56. Tenho um fraquinho por “ teorias da conspiração”;
  57. Não consigo sair de casa sem o telemóvel;
  58. Detesto gajos “bixas”;
  59. Gosto de toiradas e fados;
  60. Sou sarcástico e irónico, demasiado por vezes;
  61. Questiono sempre o porquê de tudo;
  62. Dificilmente aceito dogmas;
  63. Nunca fiz sexo com uma mulher;
  64. Já não vejo novelas há anos, a última foi  “ Chocolate com pimenta”;
  65. Gosto de filmes de terror;
  66. Prefiro ir ao cimena sozinho;
  67. Não me lembro da última vez que andei de bicicleta;
  68. Irrita-me pessoas que não se sabem expressar;
  69. Não gosto muito de 69;
  70. Gosto de arrancar os pelos do nariz;
  71. Detesto o “chico-espertismo”;
  72. Enerva-me as pessoas que “furam” as filas de espera;
  73. Normalmente sou o “palhaço de serviço” nas festas;
  74. Consigo fazer quase toda gente à minha volta rir;
  75. Não gosto que se preocupem comigo;
  76. A única droga que exprimentei foi haxixe;
  77. Gosto de ser portugues;

 

R.

 

Palavras-chave:

O que me dizes?
Por: Ray, em 11.08.08 às 15:43link do post | adicionar aos favoritos

6 de Agosto de 2008

 

            Ontem o dia acabou em nota grande.

            Como sempre que o meu menino vem cá.           

            Sei que ele tinha planos para irmos jantar fora, mas afinal acabamos por encomendar telepizza, e ficamos todo o tempo no quarto a rebolar na cama. Ontem tivemos uma bela sessão de amor. Levei com ele todo! E pela intencidade com que o H. me comeu, ele estava mesmo com uma fomeca desgraçada. Embora no principio não seja muito fácil (o H. é muito bem dotado), acabo por ter sempre muito prazer. O que até para mim é extranho. Sempre fui activo, e a penetração estava sempre fora de causa, mas desde que começei a namorar, tenho aprendido a ter prazer com a penetração. Neste momento já me vejo mais com versátil. Mas não sei se o H. tambem se sente assim. Quando começamos esta relação eramos os dois activos, e desde então nos empenhamos em nos tornarmos versáteis. Mas acho que ainda não consegui dar-lhe prazer quando é ele o penetrado.

             Ontem tambem lhe tive que pedir um favor. Visto não ter net, nem acesso ao ponto público de acesso à net, tive que lhe pedir para por on-line todos os posts que já tinha escrito. Sei que lhe deu uma trabalheira porque alem dos post, tambem havia fotos para pôr.

            Hoje não tenho dores, pelo menos até agora. E finalmente até tenho planos para o futuro. Ver a abertura dos jogos olimpicos. Fez-me bem estar com o meu H. fiquei em paz, e por momentos até me senti feliz. Pelo menos enquanto estava com ele. Amo-o muito e ele está a segurar-me de uma forma que acho que nem ele percebe.

            Sinto-me simultaneamente feliz e triste por namorar com ele.

            Feliz por finalmente e por mais estranho que seja para mim, tenho alguem mais na minha vida. Alguem que me ama pelo que sou e por quem sou. E triste porque não lhe consigo dar mais. Por ser um falhado que não lhe dá tudo o que mereçe.

            Por falar em dar. O meu nino ontem deu-me 2 prendas. Um  mealheiro em foram de ovelha engraçadissimo (ele queria antes uma vaca, mas não havia) e uma outra que fiquei babado. Deu-me uma moldura com 2 fotos. Uma minha e outra dele. Quem me dera poder dar-lhe uma assim também. Bem, o problema não era dar-lhe, era ele poder aceita-la e poder tê-la num sítio visivel, porque para andar a rebolar no porta-bagagens do carro não vale a pena. Tenho que me contentar com as fotos que tem no telemovel...

            Sei que poderá parecer tolo, mas já ando a pensar nas prendas para o aniversário de namoro, para o aniversário dele e para o natal. Há exepção de uma maquina de aparar pelos, creio que não tenha gostado de mais nenhuma prenda. Sei que pareçe uma insegurança ou uma parvoiçe, mas não é. Apenas um constetação. Provavelmente até é normal, nunca fui grande coisa a escolher e dar prendas, por isso já andar a pensar no que poderei lhe ofereçer.

            O J.P. o tal lá do bar, hoje já me tentou ligar 2 vezes. Não atendi. Não sei bem porquê. Ou melhor até sei, provavelmente é para combinar um café para falar-mos da hipotese de voltar lá para o bar quando reabrir. E não sei o que lhe dizer.

            É que se por um lado era bom. Sempre erar um dinheirinho extra que entrava, por outro lado tambem não me quero comprometer com este part-time, e depois apareçer um trabalho que seja incompatível com a vida do bar e depois falhar com a minha palavra. Mas acima de tudo, o problema está com o H.. Se por um lado era bom para nós eu começar logo a trabalhar, ir de novo para o bar provelmente não será o melhor. Sei que ele nunca gostou.  Por isso não saber mesmo o que fazer.

            Aceitar esta proposta e correr o risco de algo correr mal na relação (inclusivé privar-me de noites e fins-de-semana com quem amo), ou “sacrificar” as minhas necessidades em prol de algo melhor que é amar o meu H.?

            Não sei mesmo o que fazer.....

            Vou para casa, já estou farto de estar na esplanada.

            R.

 

Palavras-chave:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
13
15
16

17
18
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


O que procuras?
 
Curiosos
Por aqui agora....
Fotos do blog
Na tua opinão:
Paradas Gay:
Sou contra.
Sou a favor.
Indiferente.
  
pollcode.com free polls
Blog Flux Directory
subscrever feeds